A Semana da Política do Rio de Janeiro em notas

PSDB-RJ à deriva, indecisão de Claudio Castro, Marcelo Calero derretendo, a novela de Rodrigo Maia, Átila Nunes acordou e mais, por Quintino Gomes Freire

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
escadaria selaron poesia no rio de janeiro por alvaro tallarico
foto: Alvaro Tallarico

PSDB à deriva
Os diretórios municipal e regional do PSDB aqui no Rio estão sem comando. O primeiro, desde fevereiro, quando o então presidente renunciou. O segundo há quase um mês. E nada do super Paulo Marinho, o grande gestor, resolver esse imbróglio…

Que fritura é essa
Mais uma semana, e Claudio Castro continua fritando os secretários. O que está irritando a todos: quem não periga cair, quem pode virar secretário, quem não vai virar…a história parece que não termina nunca!
O sinal claro foi o stress do agora secretário de Governo, Rodrigo Bacellar, que até ameaçou virar oposição.

PL quer Romário senador
O PL deve insistir no nome de Romário ao Senado. Ele já não é aquela Brastemp toda de votos e vindo deputado federal atrapalha a eleição dos outros deputados do partido. Agora, será que ele vai querer? Ele já passou por mais partido que por time quando era jogador de futebol.

Isso pode?
Um servidor da Secretaria de Juventude da Prefeitura do Rio de Janeiro, ao mesmo tempo em que está lotado aqui, também dá expediente como… Subsecretário de Saúde na Prefeitura de Belford Roxo. E a Secretaria de Integridade, como deixou isso passar?

Advertisement

Leia também

Vacinação contra Dengue na capital inicia nesta sexta-feira para crianças de 10 anos

MP é acionado para investigar manifestantes que declaram apoio ao Hamas na frente da Câmara do Rio

Verniz derretendo
Eduardo Paes
tentou colocar um verniz de Ética em seu governo ao colocar Marcelo Calero como um grande compliance da Prefeitura do Rio.
Só que depois da denúncia do Blog do Berta sobre o contrato do Viva Rio com o Hospital Albert Schweitzer, esse verniz está derretendo. Ou então não é um verniz de qualidade.

Vai ou fica
Calero é deputado federal. Será que continua secretário ou volta para Brasília para salvar sua biografia? Ele já deixou de ser ministro por menos.

Briga pelo TCU
Todo mundo dava como certa a indicação do Deputado Hugo Leal para o Tribunal de Contas da União – a aposentadoria dos sonhos entre 11 de 10 políticos. Mas parece que a tão sonhada cadeira não vai vir tão fácil quanto se imagina. Que o diga a Deputada Soraya SantosBolsonaro diz agora que a vaga é do Hélio Negão, aquele deputado que entra mudo e sai calado.

Acordou
Parece que alguém acordou o Átila A. Nunes, líder do Governo na Câmara do Rio. Parece até que está liderando mesmo.

A Novela continua
As idas e vindas de Rodrigo Maia continuam. Até agora, ele já passou por três partidos, mesmo estando (ainda) filiado ao Democratas. Tanta indecisão leva ao desconforto em seus aliados.

Por falar em novela
O presidente nacional do Democratas, ACM Neto, é um dos personagens que mais rápido perderam prestígio nos últimos anos desta República. Há não muito tempo, era o todo poderoso da Bahia, com altas chances de vitória para o governo. Agora está no banco de reservas tendo de repensar seu futuro. Ao menos esse estrago Rodrigo Maia conseguiu fazer.

Mas…
Nessa briga Rodrigo Maia acabou perdendo prestígio no seu próprio estado. Dependendo dos nomes para deputado federal do PSD, periga não se reeleger.

Não existe vácuo
O famoso ditado diz que não existe vácuo na política. Após a derrocada do MDB no cenário fluminense, o Democratas tentou ocupar esse espaço, mas com a perda de protagonismo de seu líder maior, hoje os políticos só querem mesmo saber é de PL e PSD. Respectivamente os partidos do governador e do prefeito da capital. Enquanto isso, DEM e MDB vão minguando…

Bethlem, governador?
Cláudio Castro deve ter o infame Rodrigo Bethlem como seu coordenador de campanha. Foi o mesmo que aconselhou Marcelo Crivella em seu mandato e na sua capenga campanha de 2020. Não é dos melhores currículos. Até roubo de jingle teve….

Jogo fácil
Não que seja uma eleição difícil para Castro. Até o momento não surgiu um único nome que pudesse aglutinar como terceira via. E não será Freixo ou Santa Cruz que vencerão a máquina do estado e o Bolsonarismo.

Inimigo imaginário?
A Escadaria do Selaron é o terceiro mais visitado ponto turístico da cidade. Ali embaixo, na Joaquim Silva, tem sempre Guarda Municipal e PM. Mas as escadas vivem sendo depredadas e a boca de fumo que funciona mais ou menos a uns 150 degraus da parte térrea funciona livremente. Dizem por aí que as duas forças de segurança teriam medo do traficante, que seria irmão de um líder do PCC. Mas corre à boca pequena que já foi expulso por um segurança de rua de um sobrado logo ali. Medo ou preguiça?

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp A Semana da Política do Rio de Janeiro em notas

Advertisement

10 COMENTÁRIOS

  1. Sou guia de turismo a 10 anos, vou praticamente todos os dias a escadaria e NUNCA na vida vi alguma coisa do gênero ou soube de algo parecido a respeito da escadaria.
    Acompanho a coluna muito tempo e me decepcionei com a notícia falsa.

  2. Notícia fantasiosa, tendo em vista que os moradores locais se indispoem com eventuais viciados que aparecem.
    Além disso comerciantes locais não permitem depredação da obra, pelo contrário, visam o melhor para escadaria não permitindo moradores de rua no local, viciados, tão pouco uma BOCA DE FUMA no local..

    “Mas corre à boca pequena que já foi expulso por um segurança de rua de um sobrado logo ali. Medo ou preguiça?”

    Qual fonte seria “boca pequena”?
    Fofocas ou invenção dessa matéria tendenciosa e mentirosa?

  3. Sério que o Sr. Está cobrando do Guarda Municipal, que trabalha desarmado, o combate ao tráfico de drogas? Pensei que seus comentários eram sérios…

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui