Ação da Cidadania distribui alimentos arrecadados no show ‘Numanice’ da cantora Ludmilla

20 toneladas de comida foram doadas na compra de ingressos solidários para o Numanice, que levou milhares de pessoas ao Engenhão, no mês passado

Foto: Thais Alvarenga

A ONG Ação da Cidadania deu início, na última segunda-feira (21/08), à distribuição de mais de 20 toneladas de alimentos que foram obtidos por meio das doações feitas na compra de ingressos da modalidade “meia-social” para o show “Numanice” da cantora Ludmilla. O show ocorreu no mês passado no Estádio do Engenhão, na Zona Norte do Rio de Janeiro. E parte dos alimentos também foi destinada à Cozinha Solidária da ONG, que prepara diariamente 1000 refeições para as famílias em situação de vulnerabilidade na Capital e na Região Metropolitana.

As contribuições fazem parte da iniciativa Brasil sem Fome, que foi lançada durante o primeiro semestre deste ano. Os comitês registrados pela ONG, principalmente na Baixada Fluminense, onde a cantora nasceu e cresceu, estão recebendo kits com 10 kg de alimentos cada um. Mais de 2 mil famílias nos municípios de Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Nilópolis, São João de Meriti, Mesquita, Japeri, Belford Roxo, Queimados, Itaguaí, São Gonçalo, além da Capital Fluminense, serão beneficiadas, o que corresponde a um total de 100 mil refeições.

Essa não é a primeira vez que Ludmilla fecha parceria com a Ação da Cidadania no combate à fome. Em 2020, durante a pandemia de Covid-19, ela foi uma das artistas líderes da campanha Natal sem Fome, ao lado de outros colegas artistas.

A turnê do “Numanice” também se destacou por uma iniciativa inédita, como a doação de sangue no Hemorio, o principal banco de sangue do Estado do Rio, em troca de ingressos para o evento. E vale ressaltar que a política nacional de sangue foi estabelecida em 2001 através da Lei Betinho, a Lei do Sangue, que proíbe sua comercialização e de outros derivados, além de regulamentar o controle e a qualidade. O fundador da Ação da Cidadania foi um dos principais defensores dessa causa.

Após contrair o vírus HIV através de uma transfusão, Betinho enfrentou o preconceito gerado pela falta de informação sobre um problema social tão importante e enfatizou a solidariedade através da doação como forma de assistência à saúde. Foi também através do espírito de solidariedade que o sociólogo mobilizou todo o país contra a fome em 1993, dando origem à Ação da Cidadania, que acaba de completar três décadas e já distribuiu mais de 55 mil toneladas de alimentos em todo o Brasil.

As doações para a campanha Brasil sem Fome podem ser feitas através do site: www.brasilsemfome.org.br.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui