Acordo firmado entre Governo Federal, Estado e Prefeitura do Rio limita voos no Santos Dumont

Lula deve assinar a portaria com as novas diretrizes ainda nesta quinta-feira (10/08) prevendo São Paulo e Belo Horizonte como destinos; Brasília dependeria da aprovação do Congresso

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Fachada do Aeroporto Santos Dumont | Foto: Rafa Pereira/Diário do Rio

O Governo Federal, em conjunto com o Estado e a Prefeitura do Rio, consolidou um acordo para impor limitações aos voos operados no Aeroporto Santos Dumont (SDU). A solução legal, que será oficialmente comunicada, nesta quinta-feira (10/08), pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante sua visita ao Rio de Janeiro, inclui uma portaria que delimita as rotas a um raio de até 400 quilômetros. Com isso, as operações no SDU serão restringidas aos destinos de Belo Horizonte, São Paulo (Congonhas) e, possivelmente, Vitória. A informação é do Jornal O Globo.

Os aeroportos internacionais que se encontram nessa mesma distância, tais como Confins e Guarulhos, não serão afetados. Isso reflete uma das principais preocupações das autoridades cariocas, que é reafirmar o Aeroporto do Galeão (GIG) como a principal porta de entrada internacional no país. O objetivo é atrair voos provenientes do exterior, à medida que a capacidade do terminal aumenta.

E além dessa delimitação geográfica, o Governo Federal se compromete a encaminhar um Projeto de Lei ao Congresso Nacional, solicitando urgência na tramitação. Esse projeto visa autorizar a inclusão de Brasília como destino viável a partir do Santos Dumont, sob a justificativa de que faz parte do Distrito Federal.

A portaria que estabelece as novas diretrizes está prevista para ser assinada nesta quinta-feira (10/08) e publicada no Diário Oficial da União, na sexta-feira (11/08). Espera-se que essa proposta seja analisada e aprovada ainda durante este ano para que entre em vigor no ano de 2024.

Advertisement

As conversas entre as esferas de poder vêm ocorrendo ao longo de meses. Um consenso já havia sido alcançado, mediado por Lula, no que diz respeito à implementação das restrições, no entanto, os detalhes relacionados ao formato e ao período de implementação ainda estavam em desacordo.

Na última terça-feira (08/08), o Governador do Rio, Cláudio Castro, cobrou, em visita à Brasília, que Lula cumprisse a promessa feita ao Rio. O Prefeito do Rio, Eduardo Paes, reiterou a cobrança no mesmo tom em suas redes sociais.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Acordo firmado entre Governo Federal, Estado e Prefeitura do Rio limita voos no Santos Dumont
Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Claro, nenhum desses governantes trafegam pela linha vermelha pra chegar no aeroporto do Galeão sem escolta e carro blindado. O povo q fique na linha cruzada dos tiroteios e a mercê dos vagabundos que vivem a beira da rodovia.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui