Aeroporto Santos Dumont terá voos somente para Congonhas e Brasília, anuncia Paes

Decisão foi tomada nesta quarta (14/06), em reunião entre o prefeito do Rio e o presidente Lula; Galeão receberá demais voos domésticos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Fachada do Aeroporto Santos Dumont | Foto: Rafa Pereira/Diário do Rio

O prefeito Eduardo Paes anunciou, na noite desta quarta-feira (14/06), que o Aeroporto Santos Dumont, na região central do Rio de Janeiro, ficará limitado a voos para os aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e Presidente Juscelino Kubitschek, em Brasília.

Isso significa que os demais voos domésticos serão levados para o Aeroporto Internacional Tom Jobim (RIOgaleão), na Ilha do Governador, Zona Norte da capital fluminense.

A decisão foi tomada em reunião entre Paes e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De acordo com o chefe do Poder Executivo carioca, o assunto já havia sido conversado com a gestão anterior do Governo Federal, mas nunca houve aceno positivo.

”O que eu pedi a Lula é aquilo que a gente vinha pedindo a ele, ao governo desde o início… Pedimos muito no governo Bolsonaro e não fomos atendidos, mas hoje o presidente decidiu que vai fazer. A partir daí, vamos decidir data, mas o Santos Dumont passará a ser tão somente para ponte aérea Rio-São Paulo [Congonhas] e Rio-Brasília. E o Galeão volta a receber os voos doméstico que sempre teve”, explicou.

Advertisement

Tanto a Prefeitura do Rio quanto o Governo do Estado desejavam que o Santos Dumont ficasse limitado à ponte-aérea com São Paulo e os voos para Brasília devido ao esvaziamento do Galeão, o que vinha causando preocupação.

Agora, com a novo acordo, o Tom Jobim, principal porta de entrada de turistas estrangeiros no Rio, volta a ser um dos principais hubs internacionais do país.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Aeroporto Santos Dumont terá voos somente para Congonhas e Brasília, anuncia Paes
Advertisement

18 COMENTÁRIOS

  1. Bom, além de ridículo, essa é uma atitude irresponsável, passar pela faixa de gaza voltando de viagem, com mala e objetos de valor, os amigos do lulu vão fazer a festa, viva o Governo federal, atendendo a demanda dos mano.
    O meu conselho é, vá para o aeroporto sim, mas com uma passagem só de ida, aqui nos temos um Narco Estado beirando o caos seguido de.mjito crime de corrupção e retardo mental de gente debilóide no comando do Estado.
    Nota zero pra prefeitura e todas as demais esferas da “administração” desordenada pública.

  2. Isso que é o tipo de prefeito fanfarrão e ditadorzinho… quem investiu no mall do arroporto? Se ferrou! Esse prefeito é uma vergonha pra cidade! Todos sabem que o gargalo para a Ilha do Governador é responsavel pelas perdas de muitos voos, alem do perigo de ser um funil em meio a favelas cada vez mais crescentes em criminalidade! BABACA!

  3. Tudo isso porque o RJ só tem políticos incompetentes e ladrões. Se o estado fosse forte e competitivo, não estaríamos aqui discutindo isso.

  4. Alguém deveria puxar a orelha do governador e a do prefeito.
    Vocês já repararam o acesso ao galeão para quem vem pela avenida Brasil, sentido centro X Campo Grande? É ao lado daquela favela na qual os cracudos ficam perambulando por ali. Além daquele trecho em frente a favela (acho que é a favela da Maré) ser ocupado por um estacionamento irregular na avenidada Brasil, o acesso a uns 40 metros a frente, tá tomado de carros abandonados. É assustador passar por ali.
    Essas questões, ninguém fala. Tanto um quanto o outro, esquecem destes problemas.
    Sem contar com a falta de policiamento. Coisas que não dependem do governo federal, mas que não se ver uma iniciativa de melhoria.
    As pessoas preferem o Santos Dumont, pela proximidade com a Zona Sul e centro .
    A sensação de insegurança em passar a noite ou de madrugada pela linha vermelha, ou a Av.Brasil, é o que afastam as pessoas do Galeão.

  5. Ótimo!!!
    Basta saber se com a retomada do Galeão, se o acesso será MELHORADO.
    Pois como está atualmente vai se tornar um tormento ir ao Galeão…!!!! A onde estão OS PROJETOS (engavetados) de acessos….!!! Agora é hora de por em prática…!!! Temos que COBRAR AOS GOVERNOS….!!!!

  6. E preciso esperar o pronunciamento do governo federal. Quem se pronunciou foi o prefeito do Rio. Tenho a impressão de que ainda vai rolar água por debaixo dessa ponte, pois isso mexe com muitos interesses. A situação dos aeroportos do Rio é mesmo esquisita: um aeroporto grande, com capacidade para 37 milhões de passageiros/ano, vazio; um aeroporto pequeno sobrecarregado, com uma série de limitações graves (pistas e terminais pequenos), que, para operar com conforto para o usuário, deveria movimentar 6,5 milhões/ano, mas já havia ultrapassado os 10 milhões, com tendências a aumentar (Infraero declarou que a capacidade de SDU é de 15 milhões/ano). Se realmente acontecer o que Paes anunciou, temos que ver as consequências, mas, certamente, não será a falência de empresas na área de SDU. A área tem pouco comércio ligado ao aeroporto, pouquíssimos hotéis, que seriam os mais prejudicados. O aeroporto SDU sempre foi voltado para ponte aérea e voos curtos, até que, de repente, começam a colocar uma série de voos domésticos em SDU. No entanto, é preciso pensar no acesso a GIG, o grande entrave do aeroporto da Ilha do Governador. Sem isso, daqui a algum tempo, o problema reaparecerá, como já reapareceu. É preciso lembrar que a ex-governadora Rosinha Garotinho já havia conseguido limitar os voos em SDU (acho que foi em 2004), mas, anos depois, o problema reapareceu com os voos sendo, aos poucos, passados para SDU, começando com a Azul, que decidiu, no governo de Sérgio Cabral, que centralizaria seus voos no Rio de Janeiro, em SDU. Quem viver verá.

  7. Falência do comércio que vive nas cercanias do aeroporto Santos Dumont, , mais desemprego no centro da cidade e se já estava abandonado , imagina sem a movimentação do Santos Dumont. O tiro foi dado no pé . As eleições vão chegar e o resultado virá . FAZUELI AÍ. ……AVES DE RAPINA DOS TAXISTAS DEVEM ESTAR ALVOROÇADOS E BANDIDADAGEM NA FAVELA DA.MARE , LINHA VERMELHA/AMARELA. E.AVENIDA BRASIL RINDO A TOA : É NÓiS !!!!

    • Bom seria construir “condomínio para milícia” no lugar do aeroporto, como uns retardados (ou apologistas?) já escreveram aqui.
      Não são do Rio, nem deveriam opinar no Diário. E já que o comércio vai fechar, aproveitem e façam aulas de macroeconomia e redação. Chora, não vou ligar…

    • FaZUELI Aí..Demanda respondendo negativamente. ao Twitter do prefeito e outros meios de imprensa pela. a repercussão de ser obrigado via canetada de político a usar um aeroporto indesejável que ninguém quer . Isso.é festa até que o primeiro turista lambendo o beiço no asfalto da linha amarela e avenida Brasil e linha vermelha a ser esconder de tiro por causa de tiroteio de invasão de facções ou troca de tiros entre policiais e bandidagem.

  8. E mais uma vez quem sai perdendo é o consumidor que vai pagar mais caro pela passagem de avião, de estacionamento, vai demorar mais para chegar ao destino e ainda corre o risco de não chegar vivo passando pela linha vermelha. Mas não… tinham que “salvar” o Galeão depois de terem gasto milhões em uma obra de expansão totalmente desnecessária.

  9. Parabéns, Prefeito Eduardo Paes, por essa merecida conquista!
    Agora, teria que retornar para o Galeão os voos internacionais, movidos para o tão congestionado aeroporto de Guarulhos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui