Agência de classificação de risco dá nota máxima a Niterói

A classificação foi festejada pelo prefeito da antiga capital fluminense, que reafirmou a solidez e as perspectivas da economia do município, que considera boas

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
MAC Niterói - Foto Daniel Martins

A avaliação profissional da Fitch Ratings, uma grande agência de avaliação de risco global, concedeu à cidade de Niterói a pontuação máxima na escala nacional, elevando-a de “AA (bra)” para “AAA (bra)”, com perspectiva estável, ou seja, considera que a nota tende a permanecer a mesma. Essa reavaliação na classificação da antiga capital fluminense foi divulgada na última sexta-feira (25) e baseou-se no boletim da Fitch datado de 26 de julho. A prefeitura da cidade recebeu informação com festa, pompa e circunstância. Essa mesma revisão também foi aplicada ao Brasil, aos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Alagoas, bem como à capital paulista.

A decisão da agência no sentido de rever a classificação do Brasil, o que afeta as avaliações de entidades estaduais e municipais, deve-se às atualizações na escala dos índices nacionais após a melhora da nota de crédito do Brasil em julho, passando de “BB-” para “BB”. Na ocasião, essa determinação deixou o Brasil a duas avaliações de conquistar o grau de investimento — um selo que atesta a capacidade de um ente em efetivamente honrar suas obrigações. Com esse status, a cidade, estado ou país atrai mais investimentos, uma vez que é considerado um porto seguro para investidores.

Para o Prefeito niteroiense, Axel Grael, receber a classificação mais elevada da Fitch é um sinal extremamente positivo para os mercados nacional e internacional. “Niterói tem segurança e garantia para investimentos, graças à solidez e às perspectivas da economia do município. Alcançamos o equilíbrio fiscal devido a uma política de contenção de gastos”, disse, sobre o recebimento do chamado “selo de bom pagador”.

No boletim do mês passado, a agência havia elevado a nota de crédito de Niterói e de outros cinco governos estaduais e municipais, de “BB-” para “BB”. Contudo, essa classificação estava limitada à nota soberana do Brasil, que também havia subido de “BB-” para “BB”. De acordo com a metodologia da agência, a classificação máxima de uma entidade estadual ou municipal não pode ultrapassar a classificação do país como um todo.

Advertisement

Leia também

Rio terá observatórios para estudos climáticos; 1º será no Complexo do Alemão

Balão é ‘abatido’ antes de cair no Aeroporto do Galeão

Em um comunicado na semana passada, a Fitch esclareceu que essa revisão atual não se deve a mudanças na situação financeira dos governos. Ela reflete uma atualização na maneira como a agência atribui classificações a emissores de crédito subnacionais.

Além da Fitch, Niterói também recebeu avaliações positivas de outras duas renomadas agências de avaliação de risco. Em março, a Moody’s classificou o município como “a melhor cidade do país em Governança e Sustentabilidade“. No início do ano, a Standard & Poor’s concedeu à Niterói a nota brAAA — o índice mais alto entre as avaliações públicas realizadas pela agência.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Agência de classificação de risco dá nota máxima a Niterói

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui