Agentes de apoio à educação especial contratados pela Prefeitura do Rio estão sem receber vale-transporte

Com os cartões de passagem sem recarga, muitos desses profissionais estão encontrando dificuldades para ir ao trabalho

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Placa na entrada de uma escola municipal do Rio de Janeiro
Foto: Andrevuas

Muitos agentes de apoio à educação especial da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro ainda não tiveram seus cartões de transporte recarregados neste mês de setembro. De acordo com fontes ouvidas pelo DIÁRIO DO RIO são cerca de 500 trabalhadores nesta condição, com dificuldade para chegar às unidades de educação municipal. Alguns tendo até que faltar o trabalho por isso.

Neste ano de 2023, foram contratados 700 agentes de forma temporária pela Secretaria Municipal de Educação. As escolas da cidade do Rio possuem mais de 15 mil alunos que são atendidos pela educação especial. Os agentes de apoio à educação especial são responsáveis por prestar suporte a estudantes com deficiência e facilitar o seu aprendizado nas unidades escolares. 

Para a vereadora Thaís Ferreira (PSOL), presidente da Comissão dos Direitos da Criança e do Adolescente da Câmara de Vereadores, a educação especial precisa ser prioridade: “Recebemos diversos relatos de agentes sobre a questão da falta de recarga do vale-transporte. A educação especial precisa ser prioridade em nossa cidade. Por isso cobramos da Secretaria de Educação uma solução rápida sobre o caso para que o atendimento não fique comprometido.” 

A Secretaria Municipal de Educação informou que identificou problemas técnicos na recarga dos cartões de transporte de alguns agentes de apoio e está tomando as providências necessárias para solucionar a dificuldade o mais breve possível.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Agentes de apoio à educação especial contratados pela Prefeitura do Rio estão sem receber vale-transporte
Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Triste a situação desses estagiários, contratados temporariamente pra uma responsabilidade tão grande quanto a de mediar pessoas com deficiência . Sem falar que AAEE ,é terminologia de um cargo público cujo os aprovados foram todos chamados sendo por volta de 1,200 na ativa. Quando convocados ou sairem para outras funções devido a seu baixíssimo salário dentre outras situações, só restarão os estagiários mesmo ..o AAEE ,concursado tem preparo técnico ,experiência e vínculo com o atendido ..o estagiário, nenhum destes . Terminologia inadequada . AAEE é cargo com dias contados . Os profissionais desse cargo não têm a menor valorização. Até mesmo a nomenclatura de seu cargo é utilizada para estagiários que permanecem pouco tempo

  2. Bom dia, já são mais de 20 mil alunos na educação especial e a prefeitura do Rio não abre um novo concurso para Agente de Apoio a Educação Especial. Esses profissionais contratados saíram no final do ano e para o ano de 2024, o que faremos?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui