Águas do Rio desfaz ligações clandestinas que desviaram oito bilhões de litros de água em Nova Iguaçu

A irregularidade prejudicou, durante 15 anos, abastecimento em cerca de 23 bairros

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

Na quarta-feira (16/08), técnicos e operários da concessionária Águas do Rio retiraram cerca de 1,4 mil ligações clandestinas de água ligados à Nova Adutora da Baixada Fluminense, sistema que integra o conjunto de abastecimento de Nova Iguaçu e Queimados. Para que os técnicos pudessem trabalhar no local o fornecimento de água da região precisou ser suspenso até a finalização do conserto da tubulação no Danon.

Os “gatos” existiam há cerca de 15 anos, o que, segundo levantamento da empresa, desviou, direta ou indiretamente, quase oito bilhões de litros de água nesse período. E estas fraudes chegavam a impactar o abastecimento de 23 bairros.

“As ligações clandestinas prejudicam toda a rede. Além de fragilizar a estrutura da adutora e contribuir com a ocorrência de rompimentos e vazamentos, elas reduzem a pressão no sistema e afetam a distribuição e a qualidade da água que chega na casa das pessoas” explicou Felipe Esteves, Diretor-Executivo da Águas do Rio. 

Para regularizar as ligações e manter o abastecimento local, a companhia realizou um estudo de viabilidade técnica. Foram implantados 16 quilômetros de rede e instalados dois sistemas de bombeamento, que vão manter o abastecimento de moradores dos bairros Danon, Iolanda, Mangueira e Jardim Palmares. 

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Águas do Rio desfaz ligações clandestinas que desviaram oito bilhões de litros de água em Nova Iguaçu
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui