Águas do Rio inaugura a primeira Estação de Tratamento de Água em Magé

Inicialmente 65 mil pessoas serão beneficiadas e o atendimento será ampliado para outros distritos que tenham expansão de redes de distribuição

Foto: Divulgação

A unidade de Tratamento de Água passa a integrar o sistema de abastecimento de água tratada na cidade, onde atenderá de imediato a população do primeiro distrito, o que representa em torno de 65 mil pessoas. Inicialmente 65 mil pessoas serão beneficiadas e o atendimento será ampliado para outros distritos que tenham expansão de redes de distribuição.

Em 2004 a estação começou a ser construída pela Companhia Estadual de Água e Esgoto, antes da concessão dos serviços. Porém, a construção ficou suspensa por um período. A Águas do Rio retomou a obra e investiu na finalização da parte estrutural, na recuperação dos equipamentos e nas instalações hidráulica e elétrica das unidades de bombeamento (elevatórias), tanto de água bruta na área de captação quanto de água tratada, e da subestação, além das ligações na adutora. A empresa participou também da modernização do sistema e na comunicação para que a ETA seja monitorada, 24 horas em tempo real, no Centro de Operações Integradas na sede da Águas do Rio no centro da capital.

Em Magé a unidade foi entregue pela Águas do Rio, em Magé, neste domingo (12/06), em evento onde marcou o aniversário de 457 anos da cidade e encerrou a Semana do Meio Ambiente. A inauguração contou com a presença de autoridades e de muitos moradores que serão beneficiados com seu funcionamento.

“Moro em frente à ETA, e ver esta obra sendo entregue depois de tanto tempo traz esperança pra gente, porque água é saúde, é dignidade. Já precisei andar duas horas para buscar água. Agora isso vai ficar no passado”, lembrou Jorge Luiz Pacheco, de 49 anos, ressaltando que a chegada da primeira Estação de Tratamento de Água em Magé é de muita importância para a região.

A cidade possui outras duas Unidades de Tratamento, em operação 24 horas por dia. A água que abastece Piabetá e adjacências vem da captação da Cachoeira do Véu da Noiva, no bairro Cachoeira Grande. A terceira está localizada na divisa entre os municípios de Guapimirim, Friburgo e Cachoeiras de Macacu.

A nova ETA Magé, situada no bairro Vila Esperança, tem capacidade para tratar 330 litros por segundo e abastecer cerca de 100 mil pessoas. A unidade passa a integrar o sistema de abastecimento de água tratada na cidade, que atenderá de imediato a população do primeiro distrito, o que representa em torno de 65 mil pessoas.

A água captada no rio Roncador será tratada e transportada para o reservatório de 5 milhões de litros localizado perto da estação de tratamento, no bairro Vila Nova. Antigamente, a água que chegava na parte central de Magé passava pela Unidade de Tratamento Santo Aleixo, com captação nos rios Riachão da Lagoinha e Rio do Pico.
“Agora, toda água tratada nessa unidade ficará na região de Santo Aleixo, não sendo mais necessário enviar para o centro. Dessa forma, a região onde vivem cerca de 12 mil pessoas também será beneficiada com o aumento da disponibilidade de água potável”, contou Cleyson Jacomini, diretor superintendente da concessionária na Baixada.

“A ETA Magé vai levar água com qualidade para os moradores, e também permitir a ampliação imobiliária e o desenvolvimento da região. É um sonho realizado e sinal de que ainda vem muitas melhorias para toda a população”, comentou o prefeito de Magé, Renato Cozzolino.

À medida que as redes forem sendo ampliadas pela concessionária, a distribuição chegará a outras localidades. “Surui e Guia de Pacoaiba (Mauá) – respectivamente 4º e 5º distritos de Magé – não possuem redes públicas de água. A maioria das casas tem poço artesiano. Quando assumimos o saneamento básico passamos a abastecer as escolas municipais dessas localidades com carros-pipa e a desenvolver um projeto para a recuperar e ampliar o sistema de água para atender toda a cidade. A ativação da ETA Magé era fundamental para garantir a qualidade e regularidade no fornecimento e para permitir a ampliação da distribuição para esses distritos”, explicou o diretor-executivo da Águas do Rio Marcelo Dall’Ovo.

Investimento no Saneamento Básico

Alexandre Bianchini, presidente da Águas do Rio, que estava presente na inauguração da ETA, destacou o compromisso em levar água com qualidade, quantidade e preço justo à população: “Saneamento é um serviço essencial e estamos cientes de que a crise econômica ainda impacta muitas famílias. Por isso, vamos fazer com que a condição de pagamento por meio da tarifa social seja ampliada atingindo quem precisa, e beneficiando pessoas que antes não tinham oportunidade de ter água tratada encanada”.

Bianchini também destacou os investimentos previstos para o município: “Nós assumimos o compromisso de, nos próximos 12 anos, universalizar os serviços de água e esgoto nas cidades onde estamos presentes. Em Magé, durante esse período serão investidos R$ 638 milhões, sendo que quase 50% desse valor serão aplicados nos primeiros cinco anos para recuperar, melhorar e ampliar os sistemas de água e esgoto. A retomada e conclusão da ETA Magé faz parte desse planejamento. Vamos prosseguir com as extensões de redes para poder levar água tratada às torneiras das casas dos mageenses e junto com esse serviço, aliado à coleta e tratamento de esgoto, os benefícios do saneamento: saúde, produtividade, desenvolvimento social e econômico e proteção ambiental. Esse é o nosso propósito: levar qualidade de vida para Magé”.

ETA Magé

“O Governo do Estado sempre defendeu a concessão dos serviços de saneamento nos municípios fluminenses. O compromisso assumido pelas concessionárias nunca foi uma dúvida, mas fico realizado com o trabalho que vem sendo feito pela Águas do Rio em benefício das pessoas. A finalização da ETA Magé poderia ter ocorrido em um prazo maior, mas a concessionária não mediu esforços para entregar em pouco mais de seis meses de atuação. A Águas do Rio prometeu e cumpriu”, declarou o governador Cláudio Castro. O presidente da Cedae, Leonardo Soares, complementou afirmando que “em um primeiro momento, achei um prazo ousado, não acreditei que seria possível. Mas a concessionária conseguiu cumprir com o que anunciou”.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. Agora, morador de Magé, honre o cuidado da concessionária em retomar a obra da CEDAE pautada pro dia de São Nunca e pague as contas de água em dia. Do direito à água limpa, nasce a obrigação de pagar pelo trabalho entregue.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui