Alerj analisa criação de polo cervejeiro artesanal na Costa do Sol

Foto: Rozana Lopes/Diário do Rio

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) está analisando um projeto de lei para a criação de um polo cervejeiro artesanal na região das Baixadas Litorâneas, com a realização de uma festa anual. O projeto de lei 6072/2022, apresentado pelo deputado estadual Anderson Alexandre (SDD), tem como objetivo impulsionar o turismo nos municípios da Costa do Sol.

A proposta recebeu o apoio de 26 deputados, que assinaram pela urgência na tramitação, reconhecendo os benefícios que a aprovação do projeto poderá trazer a 13 cidades: Araruama, Armação de Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Cachoeiras de Macacu, Casimiro de Abreu, Iguaba Grande, Rio Bonito, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia, Saquarema e Silva Jardim.

De acordo com o projeto, a implantação do Polo Cervejeiro Artesanal da Região das Baixadas Litorâneas vai consolidar a região como produtora de cerveja artesanal; congregar e organizar a defesa dos interesses do segmento; além de promover a cultura cervejeira e apresentar medidas benéficas ao desenvolvimento do turismo e da indústria local.

O projeto de lei estipula que cada município do Polo Cervejeiro Artesanal poderá estabelecer uma sede física,sendo asede principal em Silva Jardim. Ainda segundo a proposta, a festa anual será organizada pelas associações e empresas produtoras, com apoio do governo estadual.

“Apoiar a economia criativa e o empreendedorismo são essenciais para que o Estado do Rio de Janeiro se recupere da crise econômica. O turismo cervejeiro é mais uma opção para o seu fortalecimento. Através do polo, vamos promover a integração da atividade industrial cervejeira com as atividades artísticas, culturais e sociais, contribuindo para a divulgação dos municípios da Costa do Sol. Assim impulsionaremos o turismo junto com o desenvolvimento econômico e social”, afirma o deputado estadual Anderson Alexandre. 

O projeto de lei 6072/2022 está tramitando nas comissões de Constituição e Justiça; Assuntos Municipais; Economia; Turismo; e Orçamento. 

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui