Alerj pode declarar Rádio Nacional Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial do Rio

Waldeck Carneiro criticou as intenções de privatização do sistema EBC e enfatizou a importância da existência da Rádio Nacional

Edifício do jornal À Noite, onde também foi a sede da Rádio Nacional por décadas / Wikimedia

A histórica Rádio Nacional poderá ganhar o status de Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial do Estado do Rio, graças à aprovação do Projeto de Lei 5.493/22 pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), nesta quarta-feira (25/05). O PL, que é de autoria dos deputados Mônica Francisco (PSol) e Waldeck Carneiro (PSB), foi aprovado em primeira discussão e ainda precisa ser votado em segunda discussão pela Casa.

O deputado Waldeck Carneiro criticou as investidas do governo federal para a privatização do sistema EBC e enfatizou a importância da preservação da Rádio Nacional como formadora de uma massa crítica fora do sistema comercial de comunicação.

“É preciso defender este patrimônio, sobretudo no contexto de privatização da EBC. É importante destacar que um em cada quatro brasileiros (25,3%) não tem acesso à internet: são 46 milhões de pessoas. Diante desse quadro, observamos que, em vez de ampliar o debate com atores que dão suporte ao sistema da comunicação do país, o Governo Federal vai na contramão e decide acabar com a EBC e não evidencia como ficarão as emissoras históricas”, afirmou o deputado.

Inaugurada no dia 12 de setembro de 1936, a Rádio Nacional é uma emissora pública pertencente à Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Através dela foi possível dar início ao desenvolvimento do cultura de massa no Brasil. A Rádio é ainda responsável pelo lançamento de inúmeros artistas ao estrelato musical por meio dos seus programas e concursos. Ângela Maria, Marlene, Emilinha Borba, as irmãs Linda e Dircinha Batista, entre tantos outros nomes passaram pelos palcos da emissora. A instituição consagrou a Era de Ouro do Rádio.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui