Alerj recepciona cônsul Takashi Manabe e traça planos para estreitamento de laços de amizade com o Japão

No encontro, o diplomata ressaltou a importância de o Rio sediar o G-20. Ele também lembrou que a capital fluminense e Kobe são consideradas cidades-irmãs

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Cônsul do Japão no Palácio Tiradentes / Foto: Thiago Lontra

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) deu as boas-vindas ao cônsul-geral do Japão, Takashi Manabe, durante uma recepção especial realizada nesta quinta-feira (01), na sede histórica do Parlamento fluminense, o Palácio Tiradentes. A deputada do Republicanos (REP), Tia Ju, foi a responsável por recepcionar o diplomata, com quem abordou vários assuntos. Entre eles, o estreitamento dos laços de amizade entre o Brasil e o Japão. Na ocasião, também foram discutidas ações para intensificar o intercâmbio cultural, científico e turístico entre as duas nações, especialmente com o Rio de Janeiro.

Tia Ju destacou que a visita tem uma grande importância diplomática, uma vez que Takashi Manabe é recém-chegado ao País. O encontro, segundo a deputada, reforça os laços de amizade e deixa claro a disposição das autoridades fluminenses em ampliar as trocas materiais e imaterias com os japoneses.  

“Esse encontro é de suma importância para a diplomacia e traz uma certa independência dos estados nas relações diplomáticas. O cônsul acabou de chegar ao Brasil e a gente pretende, com a concordância do presidente da Casa, deputado Rodrigo Bacellar (PL), e em parceria com o consulado, organizar uma sessão solene para que a gente possa comemorar juntos essa relação que já dura 130 anos”, afirmou a republicana.

Durante o encontro, Takashi Manabe salientou que o biênio 2024-25 representa uma grande janela de oportunidades para estreitamento das relações entre os dois países, especialmente com o Rio, que tem a importante missão de sediar o G-20.

Advertisement

Leia também

Antiga garagem da Silveira Martins é vendida por R$19,7 milhões a incorporadora

Vídeo: Raio atinge Cristo Redentor durante registro de visitante

“Este ano a cidade do Rio vai sediar o G20 e diversas reuniões de chanceleres e se comemora o 55º aniversário da relação entre o Rio e a cidade japonesa Kobe, consideradas cidades-irmãs. Além disso, em 2025 comemoraremos os 130 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre Brasil-Japão. Por isso, a nossa ideia é promover cada vez mais intercâmbio cultural, científico e turístico”, explicou o diplomata.

O assessor de Relações Internacionais da Casa, Diogo Grandini, também presente na reunião, sugeriu que a Alerj poderia montar uma exposição fotográfica sobre a cultura japonesa no Palácio Tiradentes. A iniciativa teria como finalidade comemorar o aniversário das relações diplomáticas entre os países.

Após a reunião, cônsul e a vice-cônsul, Ayaka Kimura, foram conduzidos pela interior do Palácio Tiradentes em uma visita guiada para conhecer a história da edificação.

Imigração japonesa no calendário do Rio

Através da Lei 10.056/23, assinada pelos deputados Rodrigo Bacellar e Célia Jordão (PL), o Rio de Janeiro passou a contar em calendário com o Dia Estadual de Valorização da Imigração Japonesa, que é celebrado, anualmente, no dia 18 de junho, quando o navio Kasato-Maru trouxe os primeiros imigrantes japoneses para o Brasil, em 1908. Com a comemoração, a Casa reconhece a contribuição dos imigrantes japoneses para o desenvolvimento econômico e cultural do Estado do Rio.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Alerj recepciona cônsul Takashi Manabe e traça planos para estreitamento de laços de amizade com o Japão

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui