Alessandro Valentim: 2023 será o ano da lua

O ano está se encerrando e novamente nos questionamos: o que esperar do novo ciclo? É comum sonhar com uma promoção, com o sucesso no amor e com as metas concluídas. Independentemente de qual seja, a mudança é, no fundo, o que todos esperamos em comum. A nossa coluna conversou com a terapeuta sensitiva, Debyday Gipsy, que contou sobre o que devemos esperar para o ano de 2023, que será regido pela lua.

Deby explica que a lua é o astro que rege os sentimentos, portanto devemos esperar que em 2023 as nossas emoções estejam mais afloradas. ‘’Temos que estar atentos a mudanças de humor importantes. Poderá haver mais dissidências de problemas relativos ao campo mental e sentimental, por isso, é muito importante elegermos um terapeuta para chamar de nosso para que ele possa nos ajudar a lidar com essas questões, não só durante o ano de 2023, mas de forma contínua, visto que o número de casos de depressão e outros transtornos tem aumentado a cada ano’’, afirmou Debyday Gipsy.

A terapeuta conta ainda que considerando a regência das emoções, o próximo ano exigirá ainda mais o investimento na saúde emocional, uma vez que podemos reativar tristezas e mágoas, intensificando não apenas os bons, mas os maus sentimentos. ‘’Em uma visão holística, estamos sendo convidados a fazer uma profunda limpeza dos nossos campos emocionais, para que possamos acessar as nossas sombras, entender os nossos medos, nossos traumas e nossos desafios internos. Olhando numa visão mais espiritualista é um processo importante para a lapidação de nossas almas. Não temos que temer processos íntimos que envolvem tristeza, melancolia, se tivermos consciência esse processo é importante para o nosso crescimento pessoal e espiritual’’, explicou Deby.

Engana-se quem pensa que os espiritualistas não se baseiam na ciência. Debyday Gipsy afirma: ciência e espiritualidade precisam, mais do que nunca, caminhar juntas. Com saúde mental não se brinca. Outro ponto importante em relação a regência da lua, é que ela também estimula o nosso desenvolvimento intuitivo e mediúnico. Por isso, o ano de 2023 será um ano convidativo Para esse tipo de desenvolvimento espiritual. Busque sempre referências confiáveis para estudar sobre o assunto.

A numerologia nos adianta o que esperar de 2023. Como fica a economia e o amor no ano novo? É o que explica Debyday Gipsy:

De acordo com a numerologia, o número que vai reger 2023 será o sete, basta somar todos os algarismos do ano. O ano sete carrega uma energia de muito autoconhecimento, um ano onde todos nós seremos convidados a refletir sobre o nosso crescimento pessoal. Podemos ficar em muitos momentos do ano mais introspectivos e pouco sociáveis, pois necessitaremos de espaço para viver uma profunda transformação íntima, claro, para aqueles que estão abertos a essa mudança.

Economia:
Economicamente pode ser um ano mais devagar, pois é preciso fazer muitas revisões econômicas em cima de equívocos que foram cometidos durante os últimos anos. Sem essa revisão, a economia pode ficar ainda mais confusa nos próximos anos. Então a minha dica é que possamos ser mais pé no freio sem grandes investimentos financeiros nos atendo a melhorar aquilo que ainda está inacabado.

Amor:
Amorosamente pode ser um ano muito favorável para os românticos, visto que a lua mexe com as nossas emoções profundamente. Porém precisamos tomar muito cuidado com ilusões e não projetar no outro a nossa felicidade. Muitas pessoas poderão sentir a necessidade de ficarem mais sozinhas e isso nada mais é que um processo de auto conhecimento.

A terapeuta Debyday Gipsy atende com oráculos, basta encontrá-la no Instagram @debydaygipsy.

Este é um artigo de Opinião e não reflete, necessariamente, a opinião do DIÁRIO DO RIO.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui