Alessandro Valentim – Primeira-dama e do axé: Janja é convidada para desfilar na Imperatriz após ataque de Antonia Fontenelle

Youtuber comparou a roupa que Janja usou na posse do presidente Lula com a velha guarda da escola de Ramos, definida por Fontenelle como 'apática'

Foto: Divulgação

Começamos 2023 com a posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ao seu lado, estava Janja, sua esposa e primeira-dama do Brasil. Ela vestia um terninho champanhe de seda, assinado pela estilista Helô Rocha, com bordado de palhas, em parceria com bordadeiras do Nordeste. Quem não gostou nada do objetivo de Janja, de valorizar a indústria brasileira de moda, foi a YouTuber e polêmica Antonia Fontenelle.

No story do Instagram, Fontenelle detonou a roupa de Janja, além de toda a cerimônia. Bolsonarista, Antonia comparou o terninho da primeira-dama com a velha guarda da Imperatriz Leopoldinense, em suas palavras por ser uma escola ‘’apática’’ e que não ‘’fede, nem cheira’’, assim como a esposa do presidente do Brasil, eleito democraticamente pelo povo brasileiro.

Após a grande revolta da comunidade de Ramos, a Imperatriz Leopoldinense emitiu uma nota oficial em nome da sua presidente, Cátia Drumond, informando que solicitou o descredenciamento de Fontenelle à Riotur, empresa de turismo responsável pelos acessos aos desfiles das escolas de samba do Rio. Para a surpresa e alegria dos integrantes, a primeira tricampeã da Sapucaí convidou Janja para desfilar como madrinha da velha guarda da escola. Será que ela vai aceitar?

Durante a campanha presidencial de 2022, Janja foi atacada pelas redes bolsonaristas, que encontraram uma publicação antiga da primeira-dama, onde Janja posa ao lado de imagens de Orixás. Em entrevista ao Fantástico, Janja rebateu a intolerância religiosa: ‘’ser ligada a uma religião de matriz africana só me dá orgulho’’.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui