Ambulantes criam ‘banheiro’ improvisado, em cima de bueiro, no Centro do Rio

Uma cabine foi montada em volta de um bueiro que serviria como ‘vaso sanitário’. O reservado possuía papel higiênico, álcool gel e para usar seria necessário desembolsar R$2 reais

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Reprodução / Redes sociais

Neste ano de 2023, a Prefeitura do Rio, pensando na limpeza da cidade, disponibilizou cerca de 34 mil banheiros químicos para os blocos de rua do carnaval. Porém, alguns foliões, do Centro da cidade, estão usando banheiros alternativos. No último domingo, (19/02), um vídeo, que viralizou nas redes socais, mostra um “banheiro” improvisado nas esquinas das ruas Uruguaiana e Buenos Aires, no Centro do Rio de Janeiro.

Uma cabine, feita com papel e tecidos, foi montada em volta de um bueiro, que serviria como uma “privada” dos usuários. O “banheiro” também dispõe de papel higiênico e álcool gel. E para utilizar o espaço reservado, o cliente ainda teria que desembolsar R$ 2.

Confira o vídeo:

Vídeo: Reprodução/redes sociais

A Polícia Militar informou que não foi acionada para a ocorrência e a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), em nota, afirmou que está atuando em diversos pontos da cidade onde estão ocorrendo blocos, além de realizar o ordenamento de trânsito e urbano. 

Advertisement

Leia também

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

10 coisas que só quem anda de ônibus no RJ vai entender

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Ambulantes criam ‘banheiro’ improvisado, em cima de bueiro, no Centro do Rio

Advertisement

7 COMENTÁRIOS

  1. Prefeitura não investiu um vintém no carnaval no subúrbio simplesmente não teve carnaval para os mais pobres só centro e zona Sul ano que vem eleição e nosso amigo prefeito vai tentar se reeleger que trabalha com carnaval ou que espera a data pra faturar um dinheiro não vai esquecer disso ano que vem

  2. É a falta de educação reinante em todas as idades e camadas da sociedade. O palavrão foi integrado à forma de se comunicar, mas dos sem educação. No seio das famílias é comum entre os responsáveis pelos pequenos assando o mau exemplo.
    Quanto ao assunto da matéria, a SEOP precisa passar pelo local e adotar as medidas desfazendo o espaço e corrigindo a falha que deu margem a esperteza.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui