Ameaçado de extinção, macaco Bugio-Ruivo é visto em Magé

Muitos moradores de Fragoso relataram que se sentiram amedrontados com a presença do animal na área urbana, mas segundo a Secretaria de Meio Ambiente, ele é inofensivo

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Magé recebeu, nesta semana, a visita de um Bugio-Ruivo, uma espécie de primata nativo da Mata Atlântica, que consta em estado vulnerável na lista nacional de espécies ameaçadas de extinção. Muitos moradores de Fragoso relataram que se sentiram amedrontados com a presença do animal na área urbana, mas segundo a Secretaria de Meio Ambiente, ele é inofensivo.

Na verdade, eles não estão invadindo a cidade, este é o território deles”, afirmou o secretário de Meio Ambiente, Carlos Henrique Lemos.

Advertisement

Leia também

Estrangeiros LGBTQIA+ estão comprando todos novos imóveis de Ipanema – Bastidores do Rio

TransBrasil inicia operações neste sábado, da Penha ao Terminal Gentileza

Para preservar e cuidar da fauna e flora da cidade, a Secretaria de Meio Ambiente, ICMbio e uma equipe do Refúgio de Vida Silvestre Estadual da Serra da Estrela, realizaram uma operação para entender o comportamento do animal em sair da floresta e ir para o ambiente urbano.

“O Bugio-Ruivo provavelmente está à procura de alimento. É importante não alimentá-lo, que assim voltará naturalmente para a mata. Ele emite vocalizações que servem de mecanismo para se organizar em grupos, não se assuste pois é um animal inofensivo” alerta o guarda do parque do Refúgio de Vida Silvestre Estadual da Serra da Estrela, Mario Vitor Janiques Olivetti.

A orientação é deixar que o animal siga seu trajeto sem interferência. Para maiores cuidados ao avistar o animal, não se aproxime, não faça barulho, não grite, não alimente ou capture. É crime ambiental matar e caçar animais silvestres, passível a detenção ou multa.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Ameaçado de extinção, macaco Bugio-Ruivo é visto em Magé

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui