Andréa Nakane: A praia como extensão do carioca

A colunista do DIÁRIO DO RIO fala sobre a ideia por trás do Festival Praia Rio 2023

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Steffen Dauelsberg, 62 anos, carioca, morador de Laranjeiras / Parque Guinle, é economista e atual CEO da Dell’Arte Soluções Culturais, uma das mais reconhecidas e dinâmicas produtoras de soluções culturais que combina talentos, orquestra o improvável e encanta a crítica há 40 anos no Brasil, na América do Sul e no mundo. 

Já são mais de 1.500 apresentações para três milhões de apreciadores, admiradores e amantes da música clássica, ballet, jazz, ópera e o que há de mais emocionante no cenário cultural ao redor do mundo. 

E como todo aniversário, tem de ter celebração, acontece nesse fim de semana, em Ipanema, o Festival Praia Rio 2023 – apresentado pelo Ministério da Cultura, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, com patrocínios do Santander Brasil e do programa de recompensas, Esfera, o projeto é executado pela Dell´Arte, em parceria com a Stretto.

A ideia do evento, segundo Steffen Dauelsberg, surgiu de um papo de praia entre amigos e amigos de amigo, uma autêntica fórmula bem carioca, segundo o executivo da produtora, que ainda reforça que “não existe química mais potente do ponto de vista de harmonia e boa energia que a união da música, praia e Rio!”

Advertisement

A idealização do Festival Praia Rio 2023 é do criativo carioca Raoul Notrica e em sua primeira edição, totalmente gratuita, conta com uma programação para toda a família e está dividida em dois locais: na célebre Casa de Cultura Laura Alvim (Avenida Vieira Souto, 176) e no Parque Garota de Ipanema (Avenida Francisco Bhering, 2-224).

“Como agência e produtora carioca há 40 anos, foi muito natural nosso encantamento e construção do conceito do Festival Praia Rio. Celebraremos a praia como um patrimônio dos cariocas. Nossa expectativa é trazer uma programação gratuita, variada e de alta qualidade para toda a família, em espaços acessíveis e democráticos. Queremos também provocar o pensamento crítico sobre a manutenção e preservação das nossas praias, dialogando, em todos os momentos, com o nosso compromisso de sustentabilidade.”, relata Steffen Dauelsberg.

Na Casa de Cultura Laura Alvim, o público poderá conferir papos sobre a cultura da praia e sustentabilidade, com grandes nomes, e uma exposição 8D interativa sobre o mar. Já no Parque Garota de Ipanema, shows gratuitos com Mart’nália, Roberto Menescal, Leila Pinheiro e DJ MAM prometem agitar o público.

Nas areias e nos céus da praia, os participantes, poderão, ainda, assistir a uma exibição inédita, a cada dia, de pipas artísticas, com um bicampeão mundial brasileiro (Max Cardoso) e de esculturas aéreas com um grande nome internacional, em sua primeira vez no Brasil – Alain Micquiaux.

E em ritmo de festa, Steffen Dauelsberg, antecipa que a produtora já está em intensos trabalhos para continuar a celebração de seus 40 anos de história, que merecem ser comemorados em grande estilo.

Algumas das atrações que o Rio será agraciado esse ano são: Madeleine Peyroux em turnê nacional, Les Ballets Trockadero de Monte Carlo – homens travestidos de bailarinas clássicas com técnica invejável num espetáculo muito divertido e a produção do clássico espetáculo Quebra Nozes no Teatro Casa Grande.

A Dell’Arte Soluções Culturais faz aniversário e a gente é que ganha os presentes. Vida ainda mais longa a produtora! Viva a Cultura!

E nesse fim de semana, os cariocas, com o Festival Praia Rio 2023, tem mais uma desculpa para correr para a praia, afinal, sua relação é tão íntima, que faça sol ou chuva, a lealdade desta aliança é tão visceral, que um não consegue mais viver, sem o outro. São 98 praias, em 72,3km, tem para todas as tribos e gostos. É um dos espaços realmente mais democráticos da cidade.

Vamos, então, à praia!!!

Consulte a programação completa do evento no https://www.instagram.com/festivalpraiario/ 

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Andréa Nakane: A praia como extensão do carioca
Andréa Nakane é carioca, apaixonada pela Cidade Maravilhosa, relações públicas, professora universitária, Doutora em Comunicação Social e Mestre em Hospitalidade.Embaixadora do RJ. Vive há 20 anos em Sampa e adora interagir com pessoas singulares que possam gerar memórias afetivas construtivas.
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui