Anvisa volta a proibir venda de álcool líquido 70%

A Anvisa havia permitido a venda do álcool líquido para o público geral por causa da pandemia de Covid-19, mas esse prazo terminou no dia 31 de dezembro do ano passado

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Reprodução

A partir do dia 30 deste mês, está proibida a venda de álcool líquido 70% em mercados e farmácias. A presença do produto nas prateleiras voltará a ser proibida e somente o produto em gel continua liberado.

A Anvisa havia permitido a venda do álcool líquido para o público geral por causa da pandemia de Covid-19, mas esse prazo terminou no dia 31 de dezembro do ano passado. O período que vai até o fim deste mês serve apenas para esgotar os estoques dos estabelecimentos comerciais.

O álcool líquido foi substituído pelo gel em 2002, por causa de acidentes. Segundo especialistas, a eficácia na limpeza é a mesma. O químico diz que é possível usar outros produtos aprovados pela Anvisa na limpeza da casa no lugar do álcool.

A Associação Brasileira de Supermercados é contra a proibição. A entidade diz que o consumidor vai ficar sem um produto de melhor custo-benefício. Já a Abras informou que, desde dezembro, conversa com a Anvisa já que há demanda de consumidores e falta de álcool líquido à venda nos supermercados.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Anvisa volta a proibir venda de álcool líquido 70%
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui