Após aporte de R$ 648 milhões, Enel apresenta o seu novo Cento de Operações do Sistema

O Centro conta com um parque tecnológico de última geração, para monitoramento da rede elétrica e otimização da distribuição de energia

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
O belíssimo edifício Aqwa Corporate, sede da Enel Distribuidora Rio / Reprodução

Com mais de 3 milhões de clientes, a Enel Distribuição Rio apresentou o seu novo Cento de Operações do Sistema (COS), nesta quinta-feira (6). A unidade, que fica no edifício Aqwa Corporate, na Zona Portuária do Rio de Janeiro, recebeu investimentos da ordem de R$ 648 milhões, no último semestre. A empresa do setor de geração e distribuição de eletricidade atende 66 cidades do Estado do Rio de Janeiro.  

O Centro, que funciona 24 horas por dia, agora conta com um parque tecnológico de última geração, para monitoramento da rede elétrica e otimização da distribuição de energia para seus clientes fluminenses. Com as mudanças realizadas, a Enel poderá realizar a supervisão remota de todas as instalações elétricas da empresa, bem como de circuitos de média tensão, linhas de transmissão e subestações. A empresa, assim, passa a centralizar todas as operações do sistema sem a necessidade do envio de equipes aos locais onde há ocorrência de problemas.

Thiago Morais, responsável pelo setor de Operação e Manutenção na Enel Distribuição Rio, explicou que, com a otimização do sistema, os consumidores terão as suas demandas resolvidas em tempos cada vez menores, já que, após a realização de uma queixa, a informação é repassada automaticamente ao sistema. Segundo Morais, atualmente apenas 20% dos serviços despachados são executados por funcionários da empresa.

“No momento em que o cliente fica sem energia em casa, ele liga para a distribuidora e essa informação é encaminhada automaticamente para um sistema que distribui as incidências para as equipes de campo mais próximas efetuarem os reparos”, explicou Thiago Morais, que ressaltou ainda a evolução da celeridade no atendimento dos clientes: “Em 2016, levávamos 26 minutos para resolver uma chamada. Em 2021, esse tempo foi reduzido para 4 minutos, o que equivale a uma redução de 85% no tempo de restabelecimento.”

Advertisement

Leia também

AquaRio promove primeira sessão para pessoas com Autismo

Lula retorna ao Rio para inauguração do Terminal Gentileza nesta sexta-feira

As informações são do Diário do Porto.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Após aporte de R$ 648 milhões, Enel apresenta o seu novo Cento de Operações do Sistema

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui