Após dois anos, Museu Light da Energia reabre as portas para o público

Localizado no Centro do Rio, o museu realiza um trabalho de conscientização sobre o uso da energia elétrica e estimula seus visitantes a refletirem sobre hábitos de consumo e redução dos desperdícios. Nova exposição será apresentada no local

Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira, (05/09), após dois anos fechado, o Museu Light da Energia reabriu as suas portas para o público carioca. O espaço, localizado no Centro do Rio, vai promover uma nova exposição, além de experiências interativas para todas as idades.

Conhecido por seu trabalho educativo na conscientização sobre o uso eficiente da energia elétrica, o museu estimula seus visitantes a refletirem sobre hábitos de consumo e redução dos desperdícios.

Públicos de todas as idades estão convidados para conhecer o novo espaço e desmistificar os mistérios que envolvem a eletricidade. Estela Alves, especialista em Marketing e Responsabilidade Social da Light, destaca que a energia é um tema amplo e complexo, que está completamente inserido no nosso dia a dia. “O museu traz consciência de forma divertida e interativa. Quem entra no museu sai com uma nova percepção de seu papel como consumidor e a importância de mudar seus hábitos e contribuir com a eficiência energética”, acrescentou.

Foto: Divulgação

O local apresentará aos visitantes uma exposição educativa inovadora, que ensina o que é energia com atividades interativas, digitais, eletrônicas e mecânicas. A exposição conta com 11 experiências distribuídas em três ambientes: Sala Clara, Túnel da Energia e Sala Escura.

O visitante começa o passeio pela Sala Clara, onde encontra jogos, painéis e uma maquete de Lego. Ainda neste pavimento, inicia-se a descoberta sobre a energia e suas diferentes formas, suas transformações, onde é encontrada e quais são as suas fontes.

Depois, o público vive uma experiência sensorial no Túnel da Energia, e percebe, por meio de seus movimentos, com imagens e sons, que seu corpo também produz energia.

Foto: Divulgação

Ao sair do túnel, a Sala Escura desvenda o movimento do elétron e os conceitos mais básicos, como eletricidade, magnetismo e eletromagnetismo. Um dos experimentos ainda promove uma brincadeira coletiva, onde as pessoas conseguem mover energia para acender as luzes de um prédio.

O espaço também oferece dois jogos eletrônicos que permitem que um grupo de visitantes jogue ao mesmo tempo.

As visitas serão feitas somente às quartas, às 12h30, e sextas-feiras, às 16h30. Nessa modalidade, o visitante precisará agendar previamente pelo site.

Localizado no Centro Cultural Light, na Av. Marechal Floriano, o museu já recebeu entre 2012 e 2020 cerca de quatro mil instituições de ensino e mais de 160 mil visitantes.

Serviço:

Local: Centro Cultural Light, na Av. Marechal Floriano

Site para agendamento: https://www.museulight.com.br/

Data: Quarta e sexta – das 12h30 e 16h30.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui