Trem - Foto Henrique Freire

A partir desta segunda-feira (13/01), com o retorno de todos os 40 trens chineses à frota operacional da SuperVia, será normalizada a circulação de todos os ramais (intervalos e número de viagens). A antecipação do cronograma, inicialmente previsto para ser concluído no dia 17, só foi possível graças ao esforço conjunto da Secretaria de Estado de Transportes, da Agetransp, da SuperVia e do Consórcio CRRC (responsável pela fabricação dos trens), com fiscalização diária da equipe técnica da Central Logística.  



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

A retirada dos 40 trens ocorreu em novembro de 2019, em virtude de problemas detectados nas caixas de tração (engrenagem que transmite rotação do eixo do motor para as rodas), fabricadas pela empresa alemã Voith. Os trens ainda se encontram em período de garantia.

Em abril, o grupo CRRC iniciará a substituição das caixas de tração de todos os 70 trens (adquiridos na licitação de 2011) por caixas novas de fabricação chinesas, iguais as utilizadas nos 30 trens adquiridos na licitação de 2009, que não apresentaram defeito. Com a conclusão desse trabalho, prevista para setembro de 2020, a garantia dos trens será renovada por mais dois anos. 

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui