Associação Pestalozzi de Macaé passa por ampla reforma e é entregue à população

A Associação Pestalozzi de Macaé oferece educação e atendimento clínico a crianças e adolescentes deficientes, em sua maioria carentes

Frente da Pestalozzi / Divulgação

A Associação Pestalozzi de Macaé, na Região Norte Fluminense, passou por uma ampla revitalização nas suas áreas interna e externa, com direito à manutenção da fachada, restauração do paisagismo e reforma geral do refeitório.

As intervenções foram realizadas pela Aggreko, líder mundial em serviços de energia, no âmbito da campanha “Orange days of difference” (ODOD), iniciativa global que visa promover impactos positivos na sociedade.

O diretor da Aggreko no Brasil, Marco Contin, destacou que uma das premissas da empresa, líder em inovações, é o enfoque na responsabilidade social, manifestada no auxílio à instituições voltadas para o atendimento de pessoas que enfrentam dificuldades diversas.

“A Aggreko vive diariamente dentro de um ecossistema de inovação. É dever nosso, como líder de mercado que sempre atuou na vanguarda da tecnologia, ser agente de transformações na sociedade”, afirmou o diretor da Agrekko, que doou ainda 50 cestas de Natal para a entidade.

Fundada em 1973, a Associação Pestalozzi de Macaé oferece educação e atendimento clínico a crianças e adolescentes deficientes – em sua maioria carentes -, sob a filosofia do educador suíço Johann Heinrich Pestalozzi.

Entre os países da América Latina que aderiram ao “Orange days of difference” (ODOD), além do Brasil, estão:  Chile, Colômbia, Argentina, Equador e Panamá.

Os interessados que quiserem saber mais informações sobre a Associação Pestalozzi de Macaé, podem seguir o perfil da entidade nas redes sociais: @pestalozzi_macae.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui