Atraso nas obras do Museu da Imagem e do Som preocupa Conselho de Arquitetura e Urbanismo do RJ

O conselho notificou nos últimos dias o governador Cláudio Castro. As obras forma abandonadas em 2016

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro (CAU/RJ) notificou nos últimos dias o governador Cláudio Castro sobre o atraso nas obras para a conclusão do Museu da Imagem e do Som (MIS), localizado na orla de Copacabana.

O arquiteto Sydnei Menezes, responsável pela assinatura do documento, expressou a preocupação da entidade diante do estado de abandono das obras e solicitou um posicionamento oficial sobre o futuro do empreendimento. No entanto, até o momento, nenhuma resposta foi encaminhada ao Conselho, deixando incertezas quanto ao destino do projeto.

Segundo o especialista, “o que vemos é o esqueleto angustiante de uma obra inacabada deteriorando-se dia após dia, comprometendo um dos maiores cartões postais da cidade e até mesmo do país.” Ele destaca ainda que “a continuidade desse processo de degradação é potencializada pela agressividade do ambiente à beira-mar, que demanda cuidados específicos para a proteção dos elementos estruturais, especialmente aqueles de natureza metálica.”

O atraso nas obras do MIS não apenas prejudica a imagem da cidade, mas também representa uma perda significativa para a cultura e o turismo do Rio de Janeiro. As obras forma abandonadas em 2016.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Atraso nas obras do Museu da Imagem e do Som preocupa Conselho de Arquitetura e Urbanismo do RJ
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Atraso nas obras do Museu da Imagem e do Som preocupa Conselho de Arquitetura e Urbanismo do RJ
Advertisement

4 COMENTÁRIOS

  1. É um absurdo! Mais e mais arte e cultura é também atrativo turístico se somando às paisagens, além de servir ao desenvolvimento da sociedade local e de sua identidade.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui