Foto de Renata F OliveiraQuem acompanha o blog sabe da minha opinião sobre as multas, não acho que há uma “indústria de multas” e sim de maus motoristas. Afinal, só é multado aquele que desrespeita a lei, mas a matéria de capa hoje do Extra chega a ser um acinte.

 

É que o prefeito, Eduardo Paes, espera arrecadar 40% a mais com multas ano que vem, cerca de R$ 155,3 milhões, e isso porque ano passado já havia arrecadado R$ 116,9 milhões. O que não pode haver é comemoração porque a cidade arrecada mais com multas e sim ver que isso representa um grave problema na sociedade.

Não, não é pelas empresas responsáveis pelos equipamentos levarem 30% de cada multa. O problema aqui é a falta de respeito com as leis de trânsito. Respeitar o sinal vermelho, o limite de velocidade, ou o estacionamento proibido, é parte de ser um cidadão e a multa deveria ter um efeito educativo, o que parece que não está ocorrendo.

 

Se onde mais dói que é o bolso não está dando resultado, o que dará? Um pardal por sinal? Um flash por ultrapassagem? Será que só assim o carioca passaria a respeitar o próximo no trânsito?

 

Talvez fosse o caso de pegar metade do que a cidade está conseguindo com multa e fazer uma verdadeira campanha educativa. Em especial com os motoristas de ônibus e vans, quem anda pela cidade, em especial na Zona Oeste, vê o quanto de irregularidades eles cometem.

 

O aumento na arrecadação com as multas é um sinal triste que estamos perdendo a luta contra a barbárie.

 

Foto de Renata F Oliveira

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui