Baixada Fluminense vai ganhar nova estação de tratamento de esgoto

A Águas do Rio recebeu nesta sexta-feira a licença ambiental. As obras começarão no início do próximo ano e serão entregues em etapas. A primeira fase tem previsão para 2025

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira (29/9), a concessionária Águas do Rio recebeu a licença ambiental e lançou a pedra fundamental para a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) numa área limite entre Queimados e Japeri, na Baixada Fluminense. A estação faz parte do projeto de implantação dos sistemas de esgotamento sanitário nesses dois municípios, que terão os serviços de esgoto universalizados. Uma localidade de Nova Iguaçu, cujo esgoto deságua no Rio Guandu, também será contemplada. O investimento será em torno de R$ 750 milhões.

Na estação, que ficará no bairro Jardim Queimados, em Queimados, num terreno bem perto de Engenheiro Pedreira, distrito de Japeri, serão tratados cerca de 600 litros de esgoto por segundo. O projeto prevê a instalação de cerca de 700 km de redes, além de 60 estações elevatórias, responsáveis por bombear e encaminhar o esgoto até a estação de tratamento.

Segundo a Águas do Rio, aproximadamente 51 milhões de litros de esgoto deixarão de ser lançados diariamente na Bacia do Rio Guandu, o equivalente a 20 piscinas olímpicas. As obras começarão no início do próximo ano e serão entregues em etapas. A primeira fase ficará pronta em 2025, e a estrutura vai operar em sua capacidade máxima em 2026.

Temos um desafio e tanto pela frente, que é, em apenas três anos, construir os sistemas de esgoto de dois importantes municípios da Baixada. Dada a complexidade da implantação desses sistemas, esse é um prazo muito curto. Porém, temos também um propósito forte: transformar a vida das pessoas, levando saúde, dignidade, oportunidades e desenvolvimento sustentável, tudo isso a partir do saneamento. Isso nos move. Promover o saneamento para os moradores de Japeri e Queimados é dar início a uma transformação, que vai gerar ciclos virtuosos, o que chamamos de Prosperidade Compartilhada”, comenta o presidente da Águas do Rio, Alexandre Bianchini.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Baixada Fluminense vai ganhar nova estação de tratamento de esgoto
Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. O estado do Rio de Janeiro é o meu país.
    A população Fluminense tem que acordar e perceber que continuando fazendo parte do Brasil seremos sabotados e saqueados nos nossos recursos en petróleo e gás.
    Acordem população Fluminense!
    Lutemos pela nossa libertação como um país independente!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui