Balão é ‘abatido’ antes de cair no Aeroporto do Galeão

Incidente aconteceu na manhã deste domingo (25/02) e acabou atrasando ao menos 1 voo no terminal

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Balão caindo no Aeroporto do Galeão - Foto: Reprodução/Aviation TV

Na manhã deste domingo (25/02), por volta das 8h20 (de Brasília), um balão foi ”abatido” pouco antes de cair em uma das pistas do Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador (GIG), Zona Norte do Rio de Janeiro. O incidente acabou atrasando ao menos 1 voo no terminal.

O temor da brigada de incêndio que atua no local era de que o balão chegasse ao solo pegando fogo e, assim, provocasse um incêndio nos canteiros do aeroporto, o que atrapalharia ainda mais a operação no GIG.

Uma equipe com um caminhão-pipa cercou o balão durante sua descida e esperou o mesmo atingir uma certa altura, a fim de que um jato d’água fosse disparado. Após ficar molhado, o artefato ”pousou” na pista em segurança.

Crime

Na legislação brasileira, produzir, vender ou soltar balão é crime, com a pena podendo chegar a 3 anos de prisão.

Advertisement

Quem tiver informações sobre pessoas que praticam algum desses atos pode acionar o Disque Denúncia, por meio dos telefones 0300-253-1177 (ligação) e (21) 2253-1177 (WhatsApp).

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Balão é 'abatido' antes de cair no Aeroporto do Galeão
Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Mais criminoso que os baloeiros é a indulgência do poder público no combate a esse crime praticado abertamente, sem que os criminosos sejam procurados e colocados atrás das grades, já que eles não se escondem e correm para resgatar os balões nas barbas da polícia, até invadindo condomínios para realizar os resgates. É um escandaloso exemplo de prevaricação realizada cotidianamente. O poder público NÃO QUER resolver o problema. Se o quisesse já teria feito, e sem nenhuma dificuldade.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui