Banca ilegal é retirada do Centro do Rio

A estrutura já havia sido arrombada e era utilizada como moradia por um casal em situação de rua

Foto: Divulgação

A Secretaria de Ordem Pública removeu nesta quinta-feira (22/12) uma banca de jornal abandonada e com o alvará já cassado, em frente ao Teatro Carlos Gomes, na Praça Tiradentes, no Centro do Rio. A estrutura já havia sido arrombada e era utilizada como moradia por um casal em situação de rua.

“Essa retirada da banca é mais uma ação de ordem pública no centro do Rio de Janeiro. Bancas abandonadas acabam servindo de esconderijo para pessoas que querem fazer uso de drogas ilícitas e que criam problemas para a cidade. É mais uma banca ilegal retirada pela secretaria. A Seop vem fazendo esse tipo de operação ao longo desses últimos dois anos e continuará trabalhando para trazer ordem pública, especialmente para o centro da cidade, área tão importante para o Rio de Janeiro“, ressalta o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

A ação foi realizada em conjunto com outros órgãos do município como: Guarda Municipal, Comlurb, Rioluz, Secretaria de Conservação e de Assistência Social.

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Fico pensando na abandonada zona norte do Río que nem a Prefeitura, o Governo do Estado e a própria imprensa, a começar pelo Diário do Rio tem aquela preocupação que o Centro. Cidade ordenada não é só um determinado lugar até porque pagam-se impostos para que a cidade seja ordenada (no papel).

  2. Há tempos já foi constatada a ilegalidade de uma banca de jornal em estado precário, situada no lado oposto ao número 42 da Rua Rodrigo Silva, no centro da cidade, e ela está lá até hoje, servindo de depósito de mercadorias ilegais e sabe-se lá mais o quê, além de servir de criadouro de ratos e obstruir a calçada.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui