Batalhão de Choque da Polícia Militar começa a ser reformado pelo Governo do Estado

O prédio do Batalhão, que é considerado Patrimônio Histórico e Cultural do Estado do Rio, foi tombado em 2005

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Interior do Batalhão de Choque da Polícia Militar / Divulgação

O Batalhão de Choque da Polícia Militar começou a ser reformado, nesta semana, pela Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro (Emop-RJ). A unidade está localizada, no Centro do Rio de Janeiro. A obra está orçada R$ 9,35 milhões e tem prazo de execução de 12 meses.

O prédio, que é considerado Patrimônio Histórico e Cultural do Estado do Rio, foi tombado em 2005. O valor destinado às intervenções na unidade é oriundo do orçamento da Polícia Militar. Serão objeto de atuação: o alojamento, a fachada, o telhado e o rancho.

Outros batalhões da cidade tiverem as suas reformadas iniciadas no mês de agosto, com orçamento total de R$ 16,6 milhões, custeado também pelo fundo da PM. Estão por reforma os batalhões da PM de São Cristóvão (4º BPM), no valor de R$ 2,7 milhões; da Tijuca (6º BPM), R$ 2,3 milhões; e Rocha Miranda (9º BPM), R$ 2,2 milhões.

O Batalhão de Choque da Polícia Militar é integrado por 950 policiais. O quartel fica na Avenida Salvador de Sá, nº 2, Centro do Rio.

Advertisement

Leia também

Águas do Rio alega não saber sobre situação da Cedae mas presidente foi diretor da empresa – Bastidores do Rio

Antiga garagem da Silveira Martins é vendida por R$19,7 milhões a incorporadora

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Batalhão de Choque da Polícia Militar começa a ser reformado pelo Governo do Estado

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. esses batalhões tinham de ser tombados pelo patrimônio histórico e transformados em museus e/ou espaços culturais, preservando toda essa estrutura antiga. e construir novas e modernas instalações.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui