Bettina Café inaugura no VillageMall

Bettina carrega em seu nome a criatividade e a força do empoderamento feminino sem deixar de lado a delicadeza e refinamento. Na atenção em todos os detalhes, que vão desde as louças escolhidas especificamente para cada prato até mesmo a decoração que traz referências do glamour dos anos 50 e 60, o bistrô-café-empório inaugura no VillageMall, na Barra da Tijuca.

“O Bettina nasce da minha paixão por cafés. Larguei a advocacia para mergulhar com corpo e alma neste projeto que é meu sonho realizado. Quando entrarem em nossa casa, as pessoas vão entender o que é pensar nos mínimos detalhes. Cada item do cardápio tem uma louça específica, cada produto aqui encontrado tem um motivo. Somos o primeiro empório do VillageMall com produtos totalmente artesanais e com foco nos pequenos produtores locais. Queremos que os cariocas e moradores do Rio conheçam produtores de qualidade dentro do seu próprio estado. Meu sonho é que o Bettina se torne lugar de destino das pessoas, pois tudo aqui foi feito com muito amor e dedicação”, conta Mariana Neves, sócia do Bettina.

A personalidade forte e autêntica do Bettina vai além da decoração com objetos que trazem referência do auge dos anos 50/60 combinados com um ambiente moderno e feminino. No cardápio, releituras ganham força em um cardápio desenvolvido pelo chef Lucas Madris, que veio de São Paulo prestar uma consultoria.

Nos cafés especiais, os diferentes tipos de espressos são preparados com o Café Iranita, 100% arábica e produto da agricultura familiar, produzido em lavouras sustentáveis de Porciúncula, no Alto Nordeste do Estado do Rio de Janeiro. Destaque para o autoral Bettina’s Coffee, uma bebida cremosa, aromática e adocicada criada pela barista Adriana Valinhas e composta de café de creme de cumaru (baunilha da Amazônia) e acompanha brigadeiro cumaru brulée (R$24).

Bettinas’s Coffee

Além do autoral, clássicos como curto (intenso, 30ml – R$8), longo (suave, 50ml – R$10), doppio (duplo intenso, 60ml – R$11), panna (espresso curto com chantilly -R$12), macchiato (R$13), cappuccino italiano (R$15), vanilla latte (R$16) e nutellaccino (R$19) podem ser encontrados no cardápio.

Outra seção do cardápio é o Slow coffee com café biodinâmico Camocim e feitos com grãos 100% Arábica. Cultivados a 1.200m de altitude, na Fazenda Camocim, em Pedra Azul (Espírito Santo), é seco com a polpa do fruto, conferindo sabor e aroma, corpo mediano, notas de mel e frutas cítricas maduras, além de uma acidez mais elevada, sendo mais recomendado para os coados.

Dentre os métodos utilizados no Bettina, destacam-se: Hario V60, método japonês: café coado em filtro de papel (R$12, 150ml, individual | R$19, 300ml, 2 a 3 pessoas); Chemex, método alemão: coado em filtro triplo de papel (R$25, 300ml, 2 a 3 pessoas | R$32, 500ml, até 5 pessoas); Aram, método brasileiro: espresso manual (60ml, R$14); e French Press: método francês: por imersão/infusão (300ml, serve até 2 pessoas – R$17).

Aram

Além dos clássicos, é possível também encontrar uma seleção de gelados com café, como o Frappeccino (bebida cremosa de café, chocolate e finalizada com chantilly e flocos de chocolate – R$24); e três versões de Iced Coffee, que são elas Black (café coado sobre pedras de gelo (R$16), Black & White (café coado sobre pedras de gelo e leite frio (R$18) e Citrus (café coado sobre pedras de gelo, rodelas de limão siciliano e taiti, laranja bahia levemente perfumado com ramo de alecrim fresco – R$20).

Na gastronomia, não faltam sugestões para todos os momentos do dia e para todos os gostos. A ala “Para começar o dia”, os combos do chef são servidos de segunda a sábado até 12h30 e aos domingos até 14h. O Bettina (R$60) é composto por pão de fermentação natural, manteiga, ovos mexidos, mamão recheado (frutas, pasta de amendoim e granola artesanal) e iogurte natural da casa com geleia Bettina), já o Sertaneja (R$38) é feito com cuscuz nordestino, requeijão de corte, coalho e ovo frito. Enquanto o Americana (R$48) leva pão de fermentação natural, ovos fritos, bacon em tiras e sour cream (R$48).

As tostadas não poderiam faltar no cardápio e são uma ótima pedida a qualquer momento do dia. Dentre os sabores, a italiana (R$38) é preparada com mozzarella de búfala, presunto de Parma, tomate italiano, rúcula e pesto de manjericão; a brie (R$38) leva brie derretido, figos frescos e castanhas tostadas; e a salmão defumado (R$45) é feita também com sour cream, maionese de salsinha, bacon crispy e dill.

Os bowls também fazem parte do cardápio. O Home Sweet Home (R$18) leva iogurte natural da casa com frutas da estação, granola caseira, mel orgânico ou geleia Bettina e também tem o Açaí com banana e morango, além de dois toppings (R$26). Na seção de sanduíches, o misto Bettina (R$32) é um dos destaques feito com brioche recheado com presunto parma, queijo gruyère e gratinado com o mesmo queijo, além do queijo quente (R$25) preparado no pão Petrópolis, mostarda L’ancieene, queijo gruyère e cheddar.

No Bistrô, é possível encontrar sugestões de pratos para o almoço ou jantar, como costelinha ao barbecue (R$65) marinada no café com barbecue da casa e purê de raízes com chips de batata doce, nhoque de mandioquinha com fonduta de queijos e ragu de cogumelos (R$48) e risoto al limone com filé de saint peter em crosta crocante de cítricos e chips de mandioquinha (R$50).

Uma das apostas do cardápio são os pokes. Ao todo, é possível escolher entre três sabores, como frango (arroz shari, cubos de frango grelhados ao molho teriyaki, edamame, cebola roxa, cenoura, tomate cereja, coco fresco ralado, amendoim e chips de batata doce – R$44), salmão (arroz shari, cubos de salmão marinados com molho do chef, sunomono, edamame, wakame, manga, cebola roxa, cenoura ralada, nori, coco fresco, chips de mandioquinha e mix de gergelim – R$55) e atum (arroz shari, atum em cubos, sunomono, edamame, coco fresco, tomate cereja, chips de mandioquinha, cebolinha, mix de cogumelos e molho oriental – R$52).

Para finalizar, as sobremesas também prometem conquistar os clientes. Verrine banoffee (doce de leite, base de biscoito, banana marinada e chantilly com canela – R$18), rabanada de brioche (creme de baunilha, compota de maçã e sorvete de queijo – R$21) e pavlova zero (R$22) são algumas das opções.

Para beber e harmonizar com o cardápio, além dos cafés, é possível encontrar diferentes sugestões de sucos, como o Fresh (maracujá, morango e hortelã – R$15) e o Verdano (limonada de uva verde com manjericão – R$15), além de soft drinks, como sodas italianas (R$14) e mate da casa (R$12). Já aqueles que procuram por drinks, clássicos da coquetelaria fazem parte da carta do Bettina, como é o caso do Pink Tonic (gin, tônica, infusão de frutas vermelhas e casca de laranja – R$28) e Irish Coffee (Café, whisky Jamenson, xarope natural de açúcar e creme de leite fresco – R$32).

Endereço: VillageMall - 3° Piso - AV. das Américas, 3900 - Barra da Tijuca 

WhatsApp: (21) 99702-4265

Horário de funcionamento: segunda-feira a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 12h às 20h

Instagram: @bettina.cafe
Formado em administração, Alan Victor é carioca apaixonado pelo Rio de Janeiro. Em 2016 criou o Rio Fácil, onde aborda temas como gastronomia, hotelaria, turismo e eventos. Ele também é responsável pela assessoria de imprensa e relações públicas de grandes eventos e empresas.
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui