Bienal do Livro se torna Patrimônio Cultural do Rio

Decreto foi publicado na edição desta sexta-feira do Diário Oficial do município do Rio. A Bienal do Livro acontece até o dia 10 de setembro no Riocentro

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Reprodução/Internet

A prefeitura do Rio, através de decreto publicado na edição desta sexta-feira (01/09) do Diário Oficial, declarou a Bienal Internacional do Livro Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial. O evento, no Riocentro, começou nesta sexta-feira (01/09) e termina no 10 de setembro.

Além disso, vários órgãos municipais estarão reunidos no estande da Secretaria de Educação (SME), que terá uma programação diversificada e gratuita. O espaço tem cerca de 150 metros quadrados e capacidade para receber, nos 10 dias de evento, cerca de 30 mil pessoas, entre alunos, professores e o público em geral.

É uma alegria enorme poder estar aqui, mais uma vez como prefeito, abrindo a edição que comemora os 40 anos da Bienal do Livro, o maior evento literário do Brasil. Essa aqui é a nossa olimpíada do conhecimento, da cultura e do saber. Portanto, não poderíamos fazer uma homenagem mais importante do que tornar a Bienal do Livro como Patrimônio Imaterial da cidade do Rio Janeiro“, afirmou o prefeito Eduardo Paes.

No espaço da SME serão debatidos temas como inovação e tecnologia, cultura e arte. Os Ginásios Experimentais Tecnológicos (GET) estarão representados na Bienal por seus alunos, que prepararam jogos baseados em personagens e ambientes de obras literárias, mostrando que é possível aliar tecnologia às páginas dos livros.

Advertisement

Todas as escolas ganharão vouchers para a compra de livros e materiais pedagógicos para suas bibliotecas. O espaço da SME receberá ainda ações da Procuradoria Geral do Município, da CET-Rio, da MultiRio, da Comlurb e das secretarias de Integridade, Transparência e Proteção de Dados; Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação; Ciência e Tecnologia; e Políticas e Promoção da Mulher.

A Bienal do Livro é um orgulho da nossa cidade, um patrimônio da nossa cultura e educação. É um evento que acolhe os estudantes, os educadores e a sociedade como um todo. Que todos possam aproveitar muito esses 10 dias, temos aqui um estande muito bonito da nossa educação carioca. Que a gente possa fazer dessa Bienal uma aposta de que estudar vale muito a pena“, destacou o secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha.

A Secretaria Municipal de Cultura também está na feira com o projeto Paixão de Ler. O tema do estande é “Imaginação, Escrita e Palavra: Liberdade”. O destaque será a escrita negra brasileira, homenageando ícones como Lima Barreto, Luís Gama e Carolina Maria de Jesus. Haverá palestras, debates, atividades lúdicas e oficinas.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Bienal do Livro se torna Patrimônio Cultural do Rio
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Bienal do Livro se torna Patrimônio Cultural do Rio
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui