Bittar: A devoção a Nossa Senhora da Conceição no Rio de Janeiro: outros templos

William Bittar comenta sobre a Capela Imperial Imaculada Conceição, na Praia da Bica e a Igreja Matriz da Imaculada Conceição, em Botafogo, dedicadas à Nossa Senhora da Conceição

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Paroquia Imaculada Conceicao - Foto: Halley Pacheco de Oliveira

A celebração de Nossa Senhora da Conceição no dia 08 de dezembro, é uma das datas mais importantes para o calendário litúrgico, desde 1477, instituída pelo Papa Sisto IV, porém desde o século VII já havia indícios dessa devoção. Neste mesmo dia, em 1854, o Papa Pio IX definiu oficialmente o dogma da Imaculada Conceição.

A imagem definida para sua representação envolve diversos significados presentes na cor azul do manto (o Céu), nos detalhes dourados na indumentária e na auréola (a realeza de Maria Imaculada) e nas mãos unidas junto ao coração, simbolizando a oração.

É provável que a presença desses detalhes tenha favorecido ao sincretismo com orixá Oxum, presente nos cultos de matriz africana, rainha das águas doces e cachoeiras, que adota a cor azul na Umbanda e dourado no Candomblé.

Em Portugal a devoção católica se fortaleceu e essa manifestação de Nossa Senhora tornou-se padroeira da nação, estendendo às colônias lusas.

Advertisement

No Brasil existem mais de quinhentas paróquias dedicadas à Imaculada Conceição. Conta a tradição que a primeira imagem chegou com Cabral, em 1500 e o primeiro governador-geral, Tomé de Sousa, trouxe outra, colocada na primeira capital, Salvador, em 1549, transformando a Imaculada na primeira protetora da Colônia lusa, depois proclamada Padroeira do Império brasileiro por D. Pedro I.

As origens no Brasil e a implantação dessa devoção na cidade do Rio de Janeiro foram abordadas em coluna deste jornal, publicada em 07 de dezembro de 2022. Naquela ocasião, foram destacadas quatro sedes de paróquias entre as quinze dedicadas a Nossa Senhora da Conceição, distribuídas por toda a cidade, com diferentes manifestações arquitetônicas.

Capela Imperial Imaculada Conceição

Dois relevantes exemplares arquitetônicos, não incluídos naquela ocasião, merecerem destaque pela sua importância histórica, artística e cultural, ambas tombadas pelo poder público, contemplando duas regiões distintas como a Ilha do Governador e o bairro de Botafogo.
A Capela Imperial Imaculada Conceição, pertencente à Paróquia de São José Operário, está localizada na Praça Jerusalém, Praia da Bica, Ilha do Governador. Os registros mais antigos, presentes no auto de medição das terras daquela Ilha, datados de 30 de março de 1662, relatam a existência de uma ermida na região, provavelmente uma modesta capela rural pertencente à fazenda local, pertencente a Salvador Correia de Sá. Apenas no século seguinte, em 1786, a igreja foi incorporada à Arquidiocese por doação de seus proprietários.

Capela N S Conceicao Ilha do Governador Bittar: A devoção a Nossa Senhora da Conceição no Rio de Janeiro: outros templos
Capela Imperial Imaculada Conceição, Ilha do Governador Arquivo Paroquial

Em 1816, após a chegada da Família Real à cidade, a igreja recebeu uma primeira reforma, incluindo alas laterais para sua ampliação.
Ao longo do século XX, ocorreram outras intervenções que modificaram drasticamente seus interiores, descaracterizando o templo. Entre 1999 e 2000 houve uma restauração que procurou recuperar o partido original do altar-mor.

Conta a tradição que as imagens originais desapareceram, provavelmente furtadas, substituídas por peças de gesso. A fachada principal certamente foi muito alterada ao longo dos séculos, incluindo ornamentos de inspiração barroca. As linhas de composição indicam uma filiação direta com capelas rurais portuguesas, com um frontão triangular arrematando o corpo principal. A inclusão de volutas como ornamentos foi uma prática comum a partir do século XVIII para diversos edifícios religiosos.

Altar NS Conceicao Ilha do Governador Bittar: A devoção a Nossa Senhora da Conceição no Rio de Janeiro: outros templos
Altar-mor da Capela Imperial Imaculada Conceição, Ilha do Governador Arquivo Paroquial

Os interiores se apresentam muito modificados, com destaque para o altar-mor e o retábulo com a imagem da padroeira, que também inclui discreta ornamentação de filiação barroca. Sua inserção no centro de uma praça, praticamente à beira-mar, confere um aspecto pitoresco ao conjunto, que recebeu tombamento estadual em 1966.

Igreja Matriz da Imaculada Conceição

Igreja Imaculada conceicao botafogo Bittar: A devoção a Nossa Senhora da Conceição no Rio de Janeiro: outros templos
Igreja da Imaculada Conceição Arquivo Paroquial

A Igreja Matriz da Imaculada Conceição, basílica e sede da paróquia desde 1960, está localizada na Praia de Botafogo, 266. Seu projeto é atribuído ao Padre Julio Clavelin, imaginado desde meados do século XIX. As obras começaram em 1886, concluídas em 1892, adotando o repertório neogótico, prática comum em muitos edifícios religiosos por todo o mundo. A própria cidade do Rio de Janeiro conta com muitas igrejas neogóticas distribuídas por vários bairros, linguagem adotada também por outras religiões, como a Catedral Presbiteriana, próxima à Praça Tiradentes, ou a Catedral Metodista, na Praça José de Alencar, ambas inspiradas no medievalismo em suas fachadas.

Assim como a Capela Imperial, a igreja da Imaculada Conceição originalmente estava implantada em um cenário deslumbrante, que imagens antigas registram, destacando-se o morro do Corcovado ao fundo. Inicialmente foi construída como capela para o Colégio da Imaculada Conceição, implantado naquela área em 1855, por solicitação do Imperador D. Pedro II, para atender às meninas da alta sociedade

Praia de Boafogo Ferez c. 1903. Brasiliana Fotografica Bittar: A devoção a Nossa Senhora da Conceição no Rio de Janeiro: outros templos
Praia de Botafogo, Ferez c. 1903. Brasiliana Fotografica

A vista da montanha teria inspirado o capelão do colégio, o francês Pierre-Marie Boss, a sugerir a implantação de uma imagem do Cristo no alto daquele penhasco, o que ocorreria em 1931.

Segundo orientação do Padre Clavelin, idealizador do templo, o edifício adotou como referência o gótico francês presente nos diversos detalhes na fachada principal, como os arcos ogivais presentes nos arremates dos vãos, pináculos e uma torre central alongada, destacando-a na paisagem.

Alguns detalhes merecem destaque, como a porta de madeira talhada, anjos tocheiros que guardam a entrada e uma grande rosácea consagrada ao Coração de Jesus.

Internamente, o templo se divide em uma nave central, mais elevada, e duas naves laterais demarcadas por colunas de mármore, arrematadas por arcos ogivais e abóbadas de aresta. A luz natural entra por diversos vitrais coloridos, à feição das igrejas europeias, confeccionados pelo artista francês Lucien Bégule.

int imaculada conceicao Bittar: A devoção a Nossa Senhora da Conceição no Rio de Janeiro: outros templos
Nave principal da Igreja da Imaculada Conceição, Praia de Botafogo Arquivo Paroquia

O conjunto recebeu tombamento municipal em 1987, mas esta proteção não impediu muitas construções na vizinhança imediata, incluindo viadutos, que interferem para uma plena apreciação do edifício.

Desde 2013, a igreja abriga os restos mortais da menina Odetinha, falecida em 1939, aos nove anos, vítima de uma grave enfermidade, originalmente sepultada no cemitério São João Batista, cujo túmulo era objeto de veneração. Em 25 de novembro de 2021, o Papa Francisco a declarou Venerável Serva de Deus, no caminho para o processo de canonização.

Tumulo Odetinha Sao Joao Batista Bittar: A devoção a Nossa Senhora da Conceição no Rio de Janeiro: outros templos
Túmulo da Menina Odetinha no Cemitério São João Batista Acervo Particular

Nossa Senhora da Conceição, Imaculada Conceição para os católicos ou Oxum, para os devotos de cultos com matriz africana representam o poder feminino de intercessão que se difunde pelo território nacional.

O dia 08 de dezembro é escolhido, com muita frequência, para realização de batizados, primeira comunhão e até mesmo celebração de casamentos nas religiões que reverenciam essa devoção.

Ave Maria, Gratia Plena!
Ora Yê Yê, Ô!

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Bittar: A devoção a Nossa Senhora da Conceição no Rio de Janeiro: outros templos
Avatar photo
Carioca, arquiteto graduado pela FAU-UFRJ, professor, incluindo a FAU-UFRJ, no Departamento de História e Teoria. Autor de pesquisas e projetos de restauração e revitalização do patrimônio cultural. . Consultor, palestrante, coautor de vários livros, além de diversos artigos e entrevistas em periódicos e participação regular em congressos e seminários sobre Patrimônio Cultural e Arquitetura no Brasil.
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui