Foto: Reprodução Internet

Um bode foi flagrado dentro de um ônibus articulado do BRT que estava parado na estação Ipase, na Praça Seca, Zona Oeste do Rio. Na foto que tem circulado em grupos de whatsapp, é possível ver o animal amarrado à uma corda e sendo levado pelo dono. As informações foram inicialmente divulgadas pela Band News FM.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

De acordo com o Consórcio BRT, o dono do animal teria dado um “calote” para entrar no transporte. O termo é usado quando o passageiro não paga a tarifa para acessar a plataforma, o que pode gerar a aplicação de multas pela Guarda Municipal.

Ainda segundo a concessionária, o transporte de animais nos ônibus só é permitido em caixas e em horários de menor movimento. Os animais transportados devem pesar até 10 kg.

Leia a íntegra do comunicado do BRT

“Os controladores de estação são treinados para orientar os passageiros sobre as regras de boa convivência e bom senso e, caso haja insistência, acionamos as forças de segurança.

No entanto, este não foi caso. O passageiro deve ter usado a prática conhecida como ‘calote’. A fiscalização, prevista na lei nº 6.299, cabe à Guarda Municipal do Rio, com a aplicação de multa a quem não pagar a passagem.

Ressaltamos ainda que as ações dos controladores de estação do Consórcio BRT são de caráter de orientação aos passageiros para as operações do sistema. Ou seja, eles não têm poder de polícia. Coibir transgressões, delitos e crimes de qualquer natureza é atribuição e competência do poder público. Mas, para nós, é muito importante que o cumprimento à lei não dependa apenas de fiscalização da Guarda Municipal, mas do entendimento dos passageiros sobre coletividade e respeito ao próximo”.

3 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui