Bombeiros do RJ atenderam mais de 130 chamados nas últimas 24 horas por conta de temporais

Estragos provocados pelas chuvas deixaram duas pessoas mortas e mais de 300 desabrigadas em Angra dos Reis

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Bombeiros em Angra dos Reis (Foto: Governo do RJ)

Bombeiros e agentes da Defesa Civil atuam no monitoramento das chuvas e das condições climáticas em todo o Estado do Rio de Janeiro, desde o temporal da noite desta sexta-feira (08/12), que atingiu o município de Angra dos Reis. As fortes chuvas causaram a morte de dois idosos e desabrigando mais de 300 pessoas.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para 133 ocorrências relacionadas às chuvas, nas últimas 24 horas, em todo o território fluminense, incluindo cortes de árvores, desabamento, inundação e salvamento de pessoas.

Agentes da Defesa Civil estadual estão em contato permanente com a Prefeitura de Angra, para dar apoio em ocorrências que excedam a capacidade de resposta da gestão municipal. A Secretaria de Estado de Saúde também está monitorando a situação do município com os técnicos locais.

O município de Angra decretou situação de emergência em decorrência dos danos causados pelas fortes chuvas. Um casal de idosos morreu no abrigo onde moravam e mais de 300 pessoas estão desabrigadas, grande parte no bairro Bracuí. Um abrigo foi montado na Escola Municipal José Luiz Ribeiro Reseck, no bairro do Frade

Advertisement

Leia também

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

10 coisas que só quem anda de ônibus no RJ vai entender

“Desde o momento em que soube das fortes chuvas que atingiram Angra, pedi que nossos agentes monitorassem a região e ficassem de prontidão para atuar de imediato, quando necessário. Nossos bombeiros não param e trabalham 24 horas para garantir segurança à população. Temos investido em tecnologia, equipamentos de última geração e obras de prevenção em todo o estado, e não vamos parar de monitorar e responder aos eventos provocados pelas chuvas. Também telefonei para o prefeito Fernando Jordão, para avaliar os danos ao município, e ressaltei que estamos preparados para enfrentar esta situação”, afirmou o governador Cláudio Castro.

O Plano de Contingência para as Chuvas 2023/2024 do Governo do Estado prevê que, até 2024, mais de R$ 3 bilhões serão destinados a ações para prevenção. São investimentos em equipamentos de última geração que vão aumentar a rapidez no tempo de resposta, dar mais suporte às ações e contribuir para salvar vidas. Somente ao Corpo de Bombeiros, foram destinados cerca de R$ 1 bilhão em novas tecnologias, renovação, modernização de viaturas, equipamentos e treinamentos especializados.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos enviou à cidade da Costa Verde 500 cestas de alimento, 500 kits de higiene, 500 kits de limpeza, 500 garrafas de água potável e 500 colchões.

Neste domingo (10/12), a Secretaria de Estado de Ambiente e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) enviarão uma equipe à cidade para a recuperação de trechos atingidos pelas chuvas no bairro Bracuí.

Monitoramento

O Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden-RJ) acompanha as condições meteorológicas e os níveis pluviométricos no Estado, enviando alertas para os municípios quando necessário. A previsão para este sábado (09/12) é de céu nublado a encoberto, com previsão de chuva moderada a forte a qualquer momento. Os ventos estarão fracos a moderados.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Bombeiros do RJ atenderam mais de 130 chamados nas últimas 24 horas por conta de temporais

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. uma notícia lamentável. o bom seria não atenderem nenhuma ocorrência, sinônimo de que tudo estaria em ordem. mas a realidade nem sempre responde às nossas expectativas. temos de ter muito orgulho do corpo de bombeiros. parabéns a todos!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui