Busca por estadias temporárias e flexíveis apresenta crescimento no RJ neste fim de ano

Rio Convention & Visitors Bureau estima movimentação de R$2 bilhões na economia da capital fluminense, envolvendo o comércio local, a rede de hospedagem e gastronomia

Vista aérea da orla do bairro da Barra da Tijuca • Foto: Rafa Pereira, Diário do Rio

A cidade do Rio de Janeiro já é o destino mais desejado no país para as festas de fim de ano e com o Réveillon está gerando um crescimento expressivo na procura por estadias temporária. As redes de hotelaria e as empresas de locação de imóveis por assinatura flexível esperam receber uma explosão de turistas nas próximas semanas para a alta temporada da cidade, que retornará com a tradicional queima de fogos e a realização de shows gratuitos em diversas áreas da cidade.

Um levantamento realizado pelo Ministério do Turismo revela que o Rio ainda se mantém como principal destino nas buscas de viagens para o período e, de acordo com dados da Riotur, a expectativa é que a cidade receba mais de 2 milhões de pessoas para as festividades. Segundo a Rio Convention & Visitors Bureau a estimativa é que o período movimente cerca de R$2 bilhões na economia da capital fluminense, envolvendo o comércio local, a rede de hospedagem e a gastronomia.

O crescimento nas buscas por locações de imóveis por assinatura flexível também tem apresentado um efeito positivo no mercado de estadias flexíveis: o segmento deve chegar a 95% entre os dias 29 e 31 de dezembro e alcançar a marca de 100% durante a festa de Ano Novo. Dados levantados pela proptech Tabas, especialista no aluguel de moradias flexíveis que oferece apartamentos totalmente mobiliados nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, mostram que a ocupação de seus apartamentos na cidade maravilhosa alcançou a marca de 81% já na primeira semana de dezembro.

“Nesse período de final de ano, há um aumento significativo na busca por estadias na cidade do Rio por conta dos eventos e das festas que ocorrem. Nos dois últimos réveillons, por conta das restrições sanitárias, houve uma desaceleração na procura, que têm se mostrado maior agora. Esse é um indicador bem positivo, pois fomenta o mercado em toda a cidade, trazendo turistas, movimentando bares, restaurantes, pontos turísticos e centros comerciais.” comenta Leonardo Morgatto, CEO da Tabas.

Para celebrar a chegada de 2023, serão montados dez palcos para os shows, sendo dois deles na praia de Copacabana e os outros distribuídos pelos bairros do Flamengo, Ilha do Governador, Paquetá, Parque Madureira, Penha, Piscinão de Ramos, Sepetiba e Guaratiba. Segundo dados do HóteisRio, os bairros mais procurados são Ipanema, Leblon, Leme e Copacabana e o setor espera chegar a 100% de ocupação até a virada do ano.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui