Caixinha de pílulas que pertenceu a D. Pedro II é vendida em leilão por 44 mil reais

O leiloeiro Valdir Teixeira apregoou e vendeu pequena caixa de ouro medindo 8,5cm x 4cm que teria pertencido ao Imperador. do Brasil. O objeto pesa 135,7 gramas e foi muito disputado por colecionadores: foram 18 lances pela peça do imperador deposto em 1889 por um golpe militar.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
A rica e detalhada peça que teria pertencido ao Imperador Dom Pedro II foi apregoada pelo leiloeiro Valdir Teixeira, e, após longa disputa, foi vendida por 44,5 mil reais.

Colecionar caixinhas de pílulas não é algo tão incomum, certo? As sempre lotadas feirinhas de antigüidades da Praça Santos Dumont, Praça XV ou Lavradio estão sempre lotadas destes antigos recipientes que os antigos carregavam consigo para guardar remédios ou vitaminas que tomariam quando fora de casa. Elas costumam ser feitas de materiais diversos: prata, cristal, porcelana ou bronze são os mais comuns, segundo antiquários ouvidos pelo DIÁRIO.

Mas o veterano leiloeiro Valdir Teixeira, no último dia 18/04, apregoou uma caixinha bem mais especial em sua casa de leilões em Botafogo. O lote 1198 de seu leilão mensal foi descrito da seguinte maneira pela casa de leilões: “Dom Pedro II – Raríssima e bela caixa de coleção, em ouro 18K, contrastado, com Coroa Imperial e inscrição PII, decorada com trabalhos em baixo relevo. Med. 2×8,5x4cm. Peso 135,7 g“. O lance inicial era de 26.000 reais.

Trata-se de uma caixinha que pertenceu ao Chefe de Estado que governou o Brasil até o golpe republicano de 1889. Toda em ouro, com todas as marcas que caracterizam artigos de boa procedência, o objeto tem ricos trabalhos em cinzel que deixam claro a nobreza da peça, que é articulada e possui rico acabamento, além das iniciais do Imperador. Segundo o antiquário gaúcho Fernando Motta, um dos mais conceituados do país, com loja em São Paulo, “a peça deve ter pertencido ao Imperador. Era comum que ganhasse de presente objetos deste tipo, seja de nobres ou importantes dignitários”.

Se a caixinha não fosse tão especial, poderia ser vendida a peso. Segundo os conversores da internet, pela cotação do ouro da última sexta feira, 135,7 gramas de ouro valeriam R$ 40.427,75 . Mas a caixinha era do Imperador! Segundo fontes do mercado de antigüidades, o objeto acabou vendido por R$ 44.500,00 após mais de dezoito lances de colecionadores. O orgulhoso novo proprietário da peça vai poder colocar seus remédios num objeto histórico de valor inestimável; ou colocá-la numa bela vitrine.

Advertisement

Leia também

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

O imperador Pedro II, após ser expulso do Brasil com sua família, recusou ajuda financeira de seus parentes – assim como recusou a ‘indenização’ oferecida pelo novo governo do país – e acabou morando num modesto hotel de Paris, o Hotel Bedford. Após ter reinado por quase sessenta anos, o velho monarca morreu no hotel parisiense – de segunda categoria – no qual vivera o ultimo ano de sua vida, cerca de dois anos depois do golpe militar.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Caixinha de pílulas que pertenceu a D. Pedro II é vendida em leilão por 44 mil reais

Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Caixinha de pílulas que pertenceu a D. Pedro II é vendida em leilão por 44 mil reais
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui