Câmara cobra prova de equilíbrio fiscal após receber propostas de isenção tributária

Como a Prefeitura apresentou projetos que permitem isenções tributárias, a presidência do Legislativo cobra provas de equilíbrio fiscal

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Reprodução

O presidente do Legislativo Carioca, vereador Jorge Felippe (DEM), atendeu aos pareceres da Procuradoria Geral da Câmara e da Secretaria-Geral da Mesa Diretora e cobrou da Prefeitura provas de que as propostas de isenção tributária para 2021 não afetarão o equilíbrio das contas públicas.

Nos últimos dois anos, diversas leis aprovadas pelos parlamentares buscaram combater aumentos abusivos no valor do IPTU. Contudo, todas as medidas foram judicializadas pela Prefeitura, sob o argumento de que são inconstitucionais, e as cobranças continuaram. A Procuradoria da Câmara do Rio busca no Judiciário a implementação das Leis aprovadas e o encerramento das cobranças abusivas do IPTU.

Considerando que o Poder Executivo apresentou, a poucos dias da eleição, Projetos de Lei que permitem isenções tributárias, a presidência do Legislativo Carioca decidiu cobrar da Prefeitura:

  • apresentação de Projeto de Lei Orçamentária Anual para 2021 com as alterações propostas;
  • detalhamento do impacto orçamentário-financeiro das propostas nos exercícios financeiros de 2020, 2021 e 2022;
  • planilha comprobatória do equilíbrio das contas públicas considerando a renúncia fiscal.

O Projeto de Lei Orçamentária Anual para 2021, de n° 1943/2020, será retirado de pauta até que os esclarecimentos sejam prestados.

Advertisement

Jorge Felippe convidou a secretária de Fazenda e o coordenador-geral de IPTU para uma Audiência Pública, que será realizada na próxima quarta-feira (11/11), às 10h, no plenário Teotônio Vilela, com o objetivo de esclarecer as propostas encaminhadas.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Câmara cobra prova de equilíbrio fiscal após receber propostas de isenção tributária
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui