Câmara do Rio realiza mostra sobre a ‘Síndrome de Rett’, distúrbio genético que atinge meninas

Sinais da doença só surgem após os primeiros meses de vida da criança e são diagnosticados através de testes genéticos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Câmara Municipal do Rio de Janeiro - Foto Cleomir Tavares/Diário do Rio

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro (CMRJ) promove, a partir de segunda-feira (16), uma exposição gratuita sobre a Síndrome de Rett, distúrbio neurológico genético que atinge principalmente crianças do sexo feminino. A mostra, aberta das 10h às 17h, ficará em cartaz até o dia 20, no saguão do Palácio Pedro Ernesto.

Na exposição, será possível ver imagens de pessoas afetadas pela condição, com descrições didáticas sobre causas, diagnóstico, incidência de casos e importância do acompanhamento médico e terapêutico.

A mostra é resultado da iniciativa do vereador Felipe Boró (Patriota) e é aberta ao público em geral. Boró é coautor da Lei 7.283, que inclui a Semana Municipal de Conscientização sobre a Síndrome de Rett no Calendário Oficial da Cidade do Rio de Janeiro

Os portadores da Síndrome de Rett têm os seguintes sintomas: perda do crescimento do crânio e das capacidades linguísticas, e movimentação repetitiva das mãos. Tais sinais só surgem após os primeiros meses de vida da criança e só são diagnosticados através de testes genéticos. A Síndrome de Rett é incurável, mas o tratamento médico e o apoio educacional especial permitem que os portadores da síndrome tenham os sintomas mais controlados.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Câmara do Rio realiza mostra sobre a 'Síndrome de Rett', distúrbio genético que atinge meninas
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Câmara do Rio realiza mostra sobre a 'Síndrome de Rett', distúrbio genético que atinge meninas
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui