Caminhão carregado com carne é sequestrado dentro da Ceasa, em Irajá

Crime aconteceu na madrugada da última terça (19/03), quando o motorista deixava a central de abastecimento localizada na Zona Norte do Rio

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Policiais Militares e o caminhão resgatado - Divulgação

O motorista de um caminhão carregado com carne foi sequestrado na madrugada desta terça-feira (19), quando saía da Ceasa, em Irajá, na Zona Norte da capital. O condutor foi abordado pelos sequestradores ainda dentro do centro de distribuição e obrigado a dirigir até o complexo da Pedreira, na Pavuna, também na Zona Norte.

O motorista, que não teve a identidade revelada, foi resgatado por policiais militares na favela, e a carga, avaliada em R$ 500 mil, reavida. Segundo a Polícia Militar, agentes do Batalhão de Rondas Especiais e Controle de Multidões (Recpom) foram os responsáveis por encontrar o caminhoneiro e o veículo. Ainda segundo os policiais, ao chegarem na Pedreira, flagraram um grupo de pessoas que se preparava para roubar a carga de carnes.

Na operação, dois homens foram presos e encaminhados à 27ª DP (Vicente de Carvalho). Na distrital, os ladrões foram autuados em flagrante por roubo qualificado por emprego de arma de fogo e concurso de agentes.

A 39ª DP (Pavuna) é a responsável pelas investigações do sequestro e do roubo de carga. A Polícia ainda procura o terceiro bandido, que conseguiu fugir.

Advertisement

Com 800 empresas e mais de 2 mil produtores cadastrados, a Central de Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro (Ceasa) é considerada a segunda maior central de abastecimento da América Latina. No local, centenas de produtos são comercializados, abastecendo feiras, supermercados e comércios do Rio.

O pavilhão 21 passou por obras de expansão e foi inaugurado em janeiro de 2024.

O jornal O DIA entrou em contato com a Cesa para repercutir a ocorrência, mas não teve retorno.

Informações: O DIA

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Caminhão carregado com carne é sequestrado dentro da Ceasa, em Irajá
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui