Campanha Janeiro Branco e o estresse do dia a dia

Rosane Ventura fala sobre o movimento que tem o objetivo de alertar sobre as doenças provocadas por estresse e que acarretam sintomas psicossomáticos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Imagem de adamkontor por Pixabay

Janeiro é a porta de entrada para um ano de realizações e metas. Todas as promessas passam pelo mês que representa o início de um ciclo de mudanças. E, no Brasil, desde 2014, existe a campanha Janeiro Branco – uma forma de estímulo à saúde mental e emocional. Tema que abordo nesta coluna.

O objetivo da campanha é reduzir o número de doenças provocadas por estresse, acúmulo de trabalho, crises de relacionamento – pessoal ou profissional – e que causam sintomas psicossomáticos. Você sabia que a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 1946, definiu saúde como um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas como a ausência de doença ou enfermidade? E em junho de 2022, a mesma OMS divulgou a maior revisão sobre a saúde mental mundial desde a virada do século? O resultado é assustador. Veja abaixo:

1 bilhão de pessoas com transtorno mental em 2019

71% das pessoas com psicose no mundo não acessam serviços de saúde mental e apenas 12% das pessoas com essa condição recebem cuidados de saúde mental em países de baixa renda. 

Advertisement

O Brasil também lidera os rankings nesse temas considerado o país mais ansioso do mundo com 18,6 milhões de pessoas.

E o quinto país mais depressivo do mundo com 11,5 milhões de pessoas.

Outra informação relevante é que pessoas com condições graves de saúde mental morrem em média 10 a 20 anos mais cedo do que a população em geral, principalmente devido a doenças físicas que poderiam ser evitadas.

E uma das chaves para não se tornar mais um número nessa triste estatística é buscar o caminho do AUTOCONHECIMENTO. Evitar é melhor que remediar, não é mesmo?

O autoconhecimento promove a autoconfiança e eleva a autoestima. Dessa maneira, você pode se desapegar de preocupações e inseguranças, as quais o impedem de correr riscos, aceitar desafios, ousar e viver. Além disso, o conhecimento de si mesmo faz com que se reconheça os próprios sentimentos e dessa forma perceba com antecedência quando procurar ajuda médica. 

O esforço desse movimento de conscientização é para que se corte o mal pela raiz. Medicamentos são substâncias que objetivam curar doenças ou aliviar sintomas. Necessários, muitas vezes, porém não garantem que se entenda a causa do que trouxe a manifestação dos sintomas e doenças.

Acredito e compartilho da ideia de que todo sintoma é um alerta da alma para uma carência essencial. O objetivo é abrir para cada um de nós um caminho novo que nos leva, de uma forma mais rápida, a conquista do autoconhecimento e, consequentemente. a uma saúde mental e emocional.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Campanha Janeiro Branco e o estresse do dia a dia
Avatar photo
Rosane Ventura, especialista em saúde mental, Yoga e Mindfulness, é comprometida em promover bem-estar emocional. Referência em terapias holísticas e práticas ancestrais, fornece orientações para enfrentar desafios do dia a dia e lidera retiros espirituais focados em autoconhecimento.
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui