Candidatos conservadores temem concentração de votos em Carlos Bolsonaro – Bastidores do Rio

PDSB-Cidadania rachados no Rio de Janeiro; Rodrigo Amorim se mantém como o único candidato a prefeito a fazer oposição a Paes; o recuperado Álvaro Lins

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

Rachado
A Federação PSDB-Cidadania vai rachada nas eleições do Rio. O Cidadania enviou uma nota informando que vai apoiar Eduardo Paes para prefeito

Rachado II
O PSDB, no entanto, apoiará o Lorde do PP, Marcelo Queiroz. Cabe aos tucanos a decisão na capital. Ou seja, o PSD não poderá contar com o tempo de TV nem com a imagem de Paes nos santinhos dos candidatos do Cidadania.

Rachado III
O Cidadania tem como líder Comte Bittencourt, que foi o candidato a vice-governador de Eduardo Paes em 2018.

Advertisement

Oposição
Com a pré-campanha chegando ao fim, o único candidato a realmente fazer oposição constante ao atual prefeito do Rio é Rodrigo Amorim. Ramagem e Tarcísio perdem tempo demais falando de Bolsonaro e Queiroz de pets.

Medo conservador
Muitos candidatos bolsonaristas do PL estão com medo de que os votos conservadores fluam todos para Carlos Bolsonaro e eles fiquem a ver navios, enquanto candidatos mais pragmáticos do partido se beneficiem.

Medo conservador II
A família Bolsonaro não é de dividir votos e prefere que Carlos bata o recorde de mais votado a ver aliados eleitos.

Sozinho
Falando em candidato bolsonarista, tadinho do “sopa de letrinhasKnoploch com seus eventos são tão vazios. Talvez por isso ele esteja organizando algo que parece um showmício, digo, é um aniversário de pré-candidato com feijoada, show de pagode e pop no dia 20 de julho. Se o TRE vê isso…

Recuperado
É muito bonito ver que a OAB-RJ acredita na recuperação dos apenados. O presidente da Ordem, Luciano Bandeira, nomeou Álvaro Lins como Vice-Presidente da Comissão Especial de Direitos de Servidores Públicos da OAB-RJ.

Recuperado II
Em 2008, Lins foi preso pela Polícia Federal, acusado de ter recebido suborno do crime organizado. Em 2010, foi condenado pela Justiça Federal a 28 anos de prisão por formação de quadrilha armada, corrupção e lavagem de dinheiro.

ESCLARECIMENTO
A OAB-RJ esclarece que o advogado Álvaro Lins já foi exonerado da vice-presidência de uma comissão temática da Ordem, para a qual havia sido nomeado em março deste ano.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Candidatos conservadores temem concentração de votos em Carlos Bolsonaro - Bastidores do Rio
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui