Tradicional casa de shows da cidade do Rio de Janeiro, o Canecão, que assim como o Museu Nacional é administrado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), se encontra em péssimo estado.

Dá pena passar em frente a um local como esse, onde fui tantas vezes, desse jeito. É muito triste porque é um espaço maravilhoso“, afirma Leonardo Costa, morador de Copacabana.

Desde 2011, seis prédios administrados pela UFRJ pegaram fogo. Entre esses está o Museu Nacional. A falta de recursos, oriundos do Governo Federal, é a principal queixa para a causa dos problemas.



Sobre a tragédia no Museu Nacional, a UFRJ, em nota oficial, lamentou o ocorrido, pediu urgência nas investigações para que a causa do incêndio seja desvendada, destacou que havia um repasse do BNDS que chegaria justamente para essa questão e ainda afirmou que cobrará da Presidência da República que os recursos necessários possam estar na Lei Orçamentária Anual de 2019.

O Canecão foi retomado pela Universidade no ano de 2010, depois de uma batalha judicial. A ideia era que ali passaria a funcionar um centro cultural, mas não foi adiante por falta de recursos. Em 2016, o espaço abrigou integrantes do Ocupa MinC, que tinham sido expulsos do Palácio Gustavo Capanema, onde ficaram por 70 dias.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui