Carnaval 2024: Sambódromo terá 800 agentes municipais em cada dia de desfiles

Além dos agentes, serão utilizados 60 viaturas, 8 reboques e 1 caminhão para dar suporte ao efetivo

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública do Rio no entorno do Sambódromo - Foto: Divulgação

A operação especial da Prefeitura do Rio de Janeiro para os desfiles das escolas de samba no Sambódromo, na região central da capital fluminense, contará com 800 agentes municipais por dia de desfiles. A ação terá início nesta quinta-feira (08/02), com ações preventivas de monitoramento e fiscalização de trânsito, e se estenderá até o Sábado das Campeãs (17/02). Serão utilizados 60 viaturas, 8 reboques e 1 caminhão para dar suporte ao efetivo.

Equipes da Secretaria de Ordem Pública (Seop) e da Guarda Municipal (GM-Rio) atuarão nas áreas externa e interna da Marquês de Sapucaí para promover o ordenamento urbano e a segurança dos foliões, além de prestar auxílio em situações emergências.

No interior da Passarela do Samba, os agentes atuarão no entorno dos postos de saúde que serão montados no local e também no controle da área de dispersão.

Equipes da Ronda Maria da Penha (RMP) também estarão presentes em pontos estratégicos da Sapucaí, dos setores 3 a 11, atuando na coerção a flagrantes de violência contra a mulher e no acolhimento emergencial, além da divulgação da Rede de Atendimento Especializado.

Advertisement

”A Seop e a Guarda Municipal montaram uma operação robusta para os desfiles na Marquês de Sapucaí, com o acréscimo de 20% do efetivo, em relação ao ano passado. Além das ações de ordenamento para coibir especialmente a venda de garrafas de vidro pelo comércio ambulante, e trânsito, atuando nos bloqueios de vias, realizaremos também fiscalizações nos táxis e transporte complementar. Será uma atuação bastante ampla, mas estamos prontos para entregar um carnaval com ordem e segurança para os cariocas e turistas do mundo todo”, diz o secretário Brenno Carnevale.

Na área externa, o foco da atuação será em suporte aos bloqueios viários e também às ações dos fiscais da Subsecretaria de Operações e da Coordenadoria de Controle Urbano (CCU) na fiscalização de comércio ambulante.

Os guardas municipais ainda atuarão na coerção a delitos, promovendo ações de patrulhamento preventivo. As equipes da Coordenadoria Especial de Transporte Complementar (CETC) e Gerência de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (GFer) vão atuar no entorno para coibir as vans piratas e o estacionamento irregular.

A GM-Rio também atuará na fiscalização da área de manobra dos carros alegóricos que acessam o Sambódromo durante o desfile, na Avenida Frei Caneca e ruas de interseção.

”A complexidade da operação para os desfiles na Sapucaí exige uma atenção especial às ações de trânsito, porque envolve o fechamento de vias, desvio de trânsito e a circulação de carros alegóricos. Nosso efetivo estará empenhado para reduzir os impactos na fluidez e zelar pela segurança viária. Os guardas municipais também vão atuar com foco na segurança das pessoas que vão desfilar e que vão assistir ao espetáculo. Nosso objetivo é que a população possa desfrutar do Carnaval com segurança e ordem”, destaca o comandante da GM-Rio, inspetor geral José Ricardo Soares.

As equipes empenhadas na operação vão contar com apoio de um carro comando, localizado entre as ruas Frei Caneca e Salvador Sá, que será operado por guardas da Gerência de Controle Operacional (GCO), no monitoramento de câmeras do Centro de Operações Rio para dar mais agilidade no atendimento a demandas e situações que exijam intervenção das equipes da GM-Rio. Haverá ainda a distribuição de pulseiras de identificação para crianças durante o desfile das escolas de aamba. A ação será realizada pelos guardas do Grupamento de Ronda Escolar (GRE).

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Carnaval 2024: Sambódromo terá 800 agentes municipais em cada dia de desfiles
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui