Carro de motorista alcoolizado responsável por morte de bebê de 1 mês é recolhido para perícia 10 dias depois

O carro do motorista que admitiu estar alcoolizado só foi localizado pela Polícia Civil na tarde da última segunda-feira

O responsável pelo acidente informou ao policial que teria ingerido sete canecas de chopp ao sair do trabalho. Na véspera de Natal (24/12), um bebê de um mês e 15 dias morreu após o carro de seus pais ser atingido por outro veículo em Niterói. O carro do motorista que admitiu estar alcoolizado só foi localizado pela Polícia Civil na tarde da última segunda-feira (2/1), na comunidade da Barreira, 10 dias após o acidente.

O pequeno Davi morreu após colisão entre o carro de seus pais e de um motorista embriagado. Segundo o pai da criança, Vinícius Pelegrino, o bebê estava na cadeirinha de segurança. Apesar de ter admitido que estava sob efeito de álcool, segundo a Polícia Civil, o exame de alcoolemia não indicou “perda de capacidades psicomotoras“.

Dez dias após o acidente o carro que ainda não havia sido periciado pela polícia civil foi encontrado na casa do pai do motorista que provocou o acidente, na comunidade da Barreira, em Niterói. Na tarde da última segunda-feira a Civil recolheu o veículo para periciar.

O condutor do carro que estava em alta velocidade vai responder em liberdade por homicídio culposo e por lesão corporal culposa.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui