Casal conta que foi impedido de se vacinar com camisas contra Bolsonaro na Zona Oeste do Rio — (Foto: Reprodução Redes Sociais)

Um casal de professores foi impedido de tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19 no quartel do Corpo de Bombeiros da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, nesta segunda-feira (12/07), por estarem vestindo camisas com manifestações contra o governo do presidente Jair Bolsonaro.

O professor de história, Luiz Carlos, de 61 anos, e sua esposa, a professora aposentada Dirlene Barros de Oliveira, também de 61, estavam na fila para identificação no posto dos bombeiros que fica na Avenida Ayrton Senna, quando foram abordados por um soldado, que informou que, por ordem do comando, eles não poderiam ser imunizados com manifestações contra o governo Bolsonaro.

De acordo com o soldado bombeiro que nos comunicou sobre a ordem, que foi muito gentil e educado, a determinação do comando é essa. Há um medo evidente entre os soldados bombeiros envolvidos no processo de vacinação daquela Corporação. As ameaças de inquérito e prisões contra aqueles que descumprirem a ordem devem ser muito enfatizadas pelo comando”, declarou o professor.

Luiz Carlos conta que quando eles tomaram a primeira dose da vacina, em 21 de abril, no mesmo local, não houve nenhum problema. Para não deixar de completar o esquema vacinal, ele vestiu a camisa do avesso e Dirlene, que estava com outra por baixo, tirou a dela.

As camisas tinham a frase “A segunda dose da vacina nos livra da covid-19. O que nos livrará dos Bolsovírus será o impeachment ou o seu voto em 2022“. Para o professor, o impedimento o fez sentir como se ele não tivesse direito garantido de se manifestar. 

“Nos sentimos cerceados em nosso direito à liberdade de expressão e como se estivéssemos retornando aos anos de chumbo“, lamentou ele.

O caso viralizou nas redes sociais, depois de ter sido publicado por uma conhecida do casal. A publicação feita na tarde desta segunda, conta, até o momento, com 2.238 compartilhamentos, 468 comentários e 8.075 curtidas. 

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros (CBMERJ), coronel Leandro Monteiro, esclareceu que é a favor da liberdade de expressão e garantiu que o fato ocorrido no Grupamento de Busca e Salvamento (GBS), na Barra da Tijuca, foi isolado. A corporação vai abrir uma sindicância para apurar os fatos. 

Confira a nota na íntegra:

“O secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ), coronel Leandro Monteiro, esclarece que é a favor da liberdade de expressão e garante que o fato ocorrido no Grupamento de Busca e Salvamento (GBS), na Barra da Tijuca, foi isolado. Informa ainda que a corporação vai abrir uma sindicância para apurar os fatos”.

28 COMENTÁRIOS

  1. Somente mentecaptos e mal intencionados apoiam esse governo despreparado, corrupto, e por consequência, genocida. Ninguém mais será enganado. #forabolsonaro!

  2. Manifestação silenciosa.
    Na veste da camisa.
    E em termos de indignação.
    A favor da vacinação.
    Protesto contra governo.
    Pedir impeachment não é crime.
    Manifestação contra governante não é crime.
    (atirar fogos no Supremo, falar que vai perseguir ministro e sua família, isso, sim é crime…)
    E tem ainda que o Corpo de Bombeiros é órgão estadual. Não federal…

  3. É uma pena que o comando não se posicione. É proibido manifestação política dentro do quartel. Simples assim. Nem adesivo no carro particular pode.
    E digo mais. A imprensa apoia isso. Pq qdo o Pazzuello foi na motociata todos pediram que o regulamento fosse aplicado. Basta ser coerente. É pra seguir ou não?

    • Com certeza!!!De uma ignorância sem par….mas esperar o q de tipinhos assim?Conhecimento zeroooo!!!A globosta se aproveitou da ignorância deles!!Q vergonha alheia!!!

    • A unidade, no caso, estava sendo utilizada com propósito civil, e não militar.

      Manifestação silenciosa de indignação ao é uma coisa.
      Manifestação política ideológica é outra.

      Defesa da vacinação
      Defesa do voto consciente
      Defesa do impeachment do mau governante que pratica, por ação ou omissão, ato contrário à defesa da ampla vacinação.

      Nenhuma dessas defesas é ato político sob bandeira ideológica. Mas sim ato democrático.

  4. Tinha que ser professor, principalmente de história (com minúscula mesmo), pois amam contar histórias. Sem educação, pois estavam agredindo aos que pensam diferente. Não deixaram de tomar a vacina. Apenas viraram a camisa pelo avesso. Mas ele fez questão de se mostrar e aparecer na Globo. Os jornalistas da Globo adoraram. O governador foi entrevistado sobre vacinação, mas as perguntas foram sobre Marielle.

    • O problema de professores de história e geografia,é que o nível dos candidatos,já no vestibular é muuuuuito baixo!!Claro que deve haver alguns vocacionados,mas a maioria é de MALANDROS,que querem tirar onda de universitários (sem esforço mental e intelectual algum), num curso em q a relação candidato /vaga é de 0,25%de aluno por cada vaga numa universidade pública ainda por cima!!!Então o q dá de mulas,jegues e outras aberrações, é fora do normal…dá muito vagabundos nesses cursos…..comunicação idem….nível abaixo da crítica! O resultado é isso q se vê aqui….um semianalfabeto q acha que consegue afetar,uma mente superior!!!!Morro de rir!!!

    • Tiveram seu direito de manifestação constitucional tolido, foram censurados pois não havia bandeira ideológica, apenas indignação com o governo.
      Por que está “regra” não foi usada com quem entrava nos quartéis em 2018 com números e fotos nas camisas, utensílios e carros?

  5. Parasitas, eles não estão vendo que os cubanos acordaram e estão protestando contra a ditadura. Cuba quando perdeu a ajuda da antiga União Soviética nos anos 90.Mas surge o PT pra dar uma mãozinha pra Cuba. Dinheiro que deixou de investir em nosso povo que necessitava. Onde está o saneamento básico que eles simplesmente ignoraram nos 14 anos de governo?. Lamentável

    • Você é bem idiota mesmo porque o povo cubano sofre é com a odiosa barreira promovida pelos norte-americanos, cujas leis proíbem empresas com sede nos EUA de terem negócio com qualquer outra que mantenha com a ilha. Nem linhas de financiamento. Somente possível ajuda governamental de parceiros. Nem empresas da china ou Rússia se tiverem negócios, ficaria de fora de comprar ou vender para empresas americanas. A lei é tão perversa que se uma empresa chinesa tem componente de outra empresa que tem negócio com a ilha, pode é proibida.

  6. Duas mulas ruminantes…..Deviam dar a Coronavac para essas aberrações!!!Só poderiam ser professorecos mesmo!!!É esse o nível da nossa “educação “!!!Gente tosca,q quer mais é coçar o saco e fingir q dá aula,emburrecendo nossa juventude!!!

      • Kkkkkk miketyson,se duvidar é Maicon!!!Kkkkkkk, nominho de gente da geração do” nois pega us peichi”,agente fumo,nois vai!!!E pior,não se tocou que é
        um completo analfa,do quilate do amado Luladrão!!! Típico!!!

        • Olha pelo seu perfil e modo de escrever com certeza vc é um gado fanático, o seu herói é um corrupto,terrorista , miliciano, sua ferradura deve tá apertada né?

          • Um corrupto que nunca roubou e um terrorista, que não aterroriza ninguém. Comandado pela gang di STF. Vai se informar e vê quem é o verdadeiro chefe da gang e o verdadeiro terrorista

      • Igual a você é o correto na língua portuguesa. Não chame os outros de burros, escrevendo errado. Geração que não valoriza a educação ou professor igual a esses senhores?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui