Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro tem nova Presidência e novos planos para a categoria

Conselheira do CAU/RJ Leila Marques fala sobre a nova presidência do Conselho da CAU/RJ sob a batuta de Sidney Menezes e as batalhas que terão em seu mandato

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Palácio Gustavo Capanema - Rio de Janeiro - Brasil - Foto: Alexandre Macieira | Riotur

Leila Marques é Arquiteta e Urbanista CEFET/RJ e Conselheira do CAU/RJ

O Rio de Janeiro sofre, como toda cidade grande brasileira, problemas de diversas ordens, principalmente no tocante à infraestrutura, moradia de interesse social, ilhas de calor, mobilidade urbana e outras questões que, o trabalho dos Arquitetos e Urbanistas, devidamente valorizados e com políticas assertivas podem ajudar a solucionar.

Com essa certeza, a nova Presidência do Conselho CAU RJ, Sydnei Menezes (Presidente), Michelle Beatrice (Vice-presidente Eventos e Comunicação), Isabel Rocha (Vice-Presidente Administrativa), Carlos Abreu (Vice Presidente de Comissões Temáticas) e Anibal Sabrosa (Vice Presidente de Relações Institucionais), eleitos no dia 9/1/24,  pretendem encampar uma batalha para que o trabalho do Arquiteto e Urbanista seja protagonista de todas as discussões das cidades fluminenses,  aproximando-se de Prefeituras, combatendo o exercício comercial ilegal da profissão, e chamando o profissional para participar de todos os eventos que serão oferecidos, que transformarão o CAU/RJ num grande espaço de networking

“O CAU/RJ terá nova configuração para ser a casa do Arquiteto e Urbanista fluminense. Nossos colegas têm que se sentir acolhidos e recebidos no espaço que é deles, com atendimento de qualidade e informação adequada e conteúdo de excelência.”  Diz o Presidente Sydnei Menezes @sydneimenezes

Advertisement

Leia também

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

Sydnei Menezes foi o Primeiro Presidente do CAU RJ (gestão fundadora 2012-2014) e conhece como poucos os desafios de se fazer presente em todas as pautas da categoria. Valorizar os projetos dos arquitetos e urbanistas e garantir a qualidade do ensino para que novos postos de trabalho sejam oferecidos aos jovens egressos das faculdades, são algumas delas. Para isso, projetos como “Memoria Fluminense”, “CAU nas Faculdades”, “CAU Empreendedor”, palestras atualizadas e cursos de interesse para continuidade da formação profissional, além de serviços de consultoria gratuitos (nas áreas administrativa jurídica e contábil) farão parte do cardápio de oportunidades que serão expandidas para todo o Estado.

O objetivo fim de um Conselho Profissional é o de criar políticas para a categoria e fiscalizar suas aplicações para garantir a segurança da sociedade.  Assim, o uso de novas tecnologias e de técnicas de inteligência na gestão, serão utilizadas para atingir mais e melhores resultados, proporcionando qualidade de vida, inclusão social e desenvolvimento sustentável nas cidades, princípios de uma Sociedade 5.0 que o Conselho deve ajudar a construir com a ajuda de todos os Conselheiros Estaduais e da Conselheira Federal, Leila Marques, que defenderá esses e outros princípios do CAU/RJ na esfera nacional.

Nessa toada, o serviço de comunicação do CAU/RJ com a sociedade e, mais especificamente com os profissionais, seja através de redes sociais, SICCAU e outras mídias, receberão uma repaginada significativa, com participação de muitas personalidades em palestras, podcasts, revistas e outros programas com assuntos de interesse dos colegas.

Nosso desejo é que a comunicação do CAU /RJ com os colegas seja clara, pontual, contínua, de fácil assimilação e que haja canal para respostas rápidas, com conteúdo de interesse e com a participação de todos. É um desafio que eu quero e vou fazer pelo CAU/RJ” Diz Michelle Beatrice, também conhecida como MICA.

Nos próximos três anos da sua gestão à frente do CAU/RJ, Sydnei Menezes tem o compromisso de, além de valorizar a profissão do arquiteto e urbanista, sugerir soluções eficientes para o bem-estar do carioca e do fluminense. Incentivo à produção arquitetônica de qualidade, propostas urbanísticas aliadas à preservação do meio ambiente, que sejam auxiliares na prevenção de inundações, além do acompanhamento de questões que impactam o dia a dia das cidades, como acessibilidade, caminhabilidade  nas calçadas, ampliação de áreas verdes, praças bem iluminadas e equipadas, além de soluções que ajudem na segurança pública, serão alvos do olhar atento do novo presidente do CAU/RJ que sempre trabalhou, como servidor municipal, para o bem estar da nossa cidade.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro tem nova Presidência e novos planos para a categoria

Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro tem nova Presidência e novos planos para a categoria
Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. O novo presidente do CAU/RJ começa mal sua gestão. Primeiro ao anunciar programas como “Memória Fluminense”, “CAU nas Faculdades”, “CAU Empreendedor” e palestras e cursos como se fossem algo novo. Importante destacar que são todas iniciativas realizadas em gestões anteriores. Só para lembrar que são atribuições do CAU//RJ orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício profissional. A pergunta que não quer calar é: cadê nossa anuidade ZERO? Promessa de campanha alardeada aos quatro cantos e, até agora, nenhuma informação a respeito. Lembro que vocês anunciarem já ter a resposta, legal, pronta. Vamos pessoal, estou só esperando vocês!!!

  2. Uma entidade que obriga o profissional a votar sob ameaça de multa é uma entidade ditatorial. Não serve para nada além de cobrar anuidade dos profissionais. E nem mesmo enviar o boleto ou quiça por email o fazem.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui