Centro: Sábado será dia de rolé por pontos importantes para a história da comunidade LGBTQIA+ do Rio

Para participar, os interessados devem comparecer à Praça Tiradentes, às 10h. Um dos pontos visitados será a casa onde Madame Satã fez a sua primeira apresentação

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
A vida de Madame Satã será abordada durante o passeio / Reprodução: Internet

A projeto Rolé Carioca realiza no sábado (24), a partir das 10h, um passeio pelos espaços mais importantes para a memória da comunidade LGBTQIA+ no Centro do Rio.

O roteiro tem início na Praça Tiradentes e vai até a Lapa. No passeio, os participantes poderão conhecer as trajetórias de vida de grandes personagens da comunidade, como Rogéria, Eloína dos Leopardos, Madame Satã, os jornalistas João do Rio e da equipe do Lampião da Esquina, além dos arquitetos e urbanistas Lota de Macedo Soares e Roberto Burle Marx.

O passeio foi montado com a colaboração do jornalista Guilherme Macedo, que desenvolve uma pesquisa sobre os lugares mais relevantes para a comunidade, segundo Isabel Seixa de Mello, integrante do Rolé Carioca.

“Resolvemos fazer esse rolé pelos lugares de memória de resistência da comunidade através de uma parceria com o jornalista e roteirista Guilherme Macedo, que está desenvolvendo uma pesquisa sobre lugares importantes para a população LGBTQIA+ no Rio de Janeiro”, disse Isabel.

Advertisement

A primeira apresentação da lendária Madame Satã, onde funcionava o Cabaré Casanova e hoje um Hotel Íbis está no roteiro. O local também assistiu à criação do performático e criativo grupo Dzi Croquettes, comandados pelo talentoso e indomável dançarino Lennie Dale.

O passeio é gratuito. Quem quiser participar basta comparecer à Praça Tiradentes, às 10h. O evento será guiado e ministrado pelas historiadoras integrantes da comunidade LGBTQIA+, Wescla Vasconcellos e Vahnessa Musch.

No final do rolé serão realizadas performances de coletivos LGBTQIAP+.

A financiadora do projeto é a Secretaria Municipal de Cultura do Rio, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura (Lei do ISS), que vai aplicar na área R$ 70 milhões, somente este ano.

As informações são da Veja Rio.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Centro: Sábado será dia de rolé por pontos importantes para a história da comunidade LGBTQIA+ do Rio
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui