Cidade do Rio registra aumento de 490% no segmento de turismo técnico-científico, em 2022

O Congresso Mundial de Cardiologia, que teve início no último dia 13, no Rio Centro, deve gerar uma receita de R$ 60 milhões para a cidade

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Vista das Praias de Ipanema e Leblon, na Zona Sul do Rio - Foto: Rafa Pereira/Diário do Rio

A cidade do Rio de Janeiro volta a ser vitrine para o turismo técnico-científico, segundo um levantamento realizado pelo Rio Convention Bureau (CVB). O ano de 2022 registrou um aumento de 490% na realização de conferências, simpósios e congressos, em comparação a 2021. Segundo o CVB, entre janeiro e outubro, o segmento movimentou aproximadamente R$ 1 bilhão (mais de 217 milhões de dólares). Os resultados mostram uma inequívoca recuperação da cidade frente o caos provocado pela pandemia.

A área da saúde é a mais representativa nesse universo, com 112 eventos realizados, ou 40% da mostra. Foram mais de R$ 54 milhões (10 milhões de dólares) recolhidos em Imposto sobre Serviço (ISS).

Após 24 anos de ausência, o Congresso Mundial de Cardiologia, que teve início no último dia 13/10, no Rio Centro, Zona Oeste do Rio, deve gerar uma receita de R$ 60 milhões (11 milhões de dólares) para a capital fluminense. A expectativa é de que 11 mil pessoas, entre congressistas e palestrantes, prestigiem o evento.

Em 2019, antes da pandemia, o Rio contabilizou a realização de 278 eventos técnicos científicos, cujo retorno financeiro para os cofres da cidade foi de aproximadamente 1 bilhão de dólares. Em 2021, quando o fim da pandemia começava a se consolidar, a cidade registrou apenas 19 eventos deste tipo.

Advertisement

Leia também

Balão é ‘abatido’ antes de cair no Aeroporto do Galeão

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Antônio Mariano, secretario Municipal de Turismo, afirma que o crescimento é motivo de orgulho.

“Diz-se comumente que o Rio não tem vocação para esse tipo de evento e podemos comprovar que não é verdade. Somos sede dos maiores museus, centros de pesquisa e universidades do país e da América Latina, o que comprova a aptidão natural a este tipo de turismo. Ver este crescimento é algo que nos enche de orgulho e mostra que estamos no caminho certo no desenvolvimento do turismo carioca”, concluí Mariano

Roberta Werner, diretora-executiva do Rio CVB, demonstrou entusiasmo com os resultados alcançados pelo segmento de turismo técnico-científico. Roberta aposta que a cidade recupere os números pré-pandêmicos em breve.

“Embora ainda não tenhamos alcançado o número pré-pandemia, estamos entusiasmados com a perspectiva de logo voltarmos a esse patamar. O setor está se recuperando e toda sua estrutura já se adaptou para receber os turistas após esses dois anos afetados pela pandemia”, afirmou Roberta Werner.

As informações são da Veja Rio.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Cidade do Rio registra aumento de 490% no segmento de turismo técnico-científico, em 2022

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui