Cidade do Rio tem a maior taxa de tuberculose do estado

SMS afirma que os bairros com mais incidências de casos são Jacaré, Bangu, Bonsucesso, Água Santa, Cidade de Deus e Rocinha. Segundo a pasta, a alta taxa nessas regiões pode estar relacionada com a pobreza e os sistemas prisionais

Imagem: iStock

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a cidade do Rio de Janeiro tem a maior taxa de incidência de casos de tuberculose do estado do Rio de Janeiro, além de uma das maiores do país. De acordo com especialistas, a falta de ações de prevenção seria um dos motivos para a alta taxa.

SMS declara ainda que os casos estão concentrados nas áreas mais pobres ou onde há complexos de comunidades. A Secretaria afirma que nos últimos dois anos ampliou o monitoramento das ações dos agentes de saúde nos territórios em relação à tuberculose e que com o trabalho dos agentes, mais casos são identificados e há aumento da taxa de cura e redução no abandono do tratamento. Segundo a pasta, a alta taxa nos bairros de Água Santa, São Cristóvão e Bangu está relacionada aos casos no sistema prisional.

Os bairros com maior incidência são:

Jacaré
Bangu
Bonsucesso
São Cristóvão
Água Santa
Cidade de Deus
Rocinha

Capital Nacional da Tuberculose

A tuberculose é uma doença contagiosa que atinge, principalmente, os pulmões através de microbactérias. O tratamento é feito com antibiótico durante seis meses e tem 100% de cura se feito corretamente. Os principais sintomas são: tosse seca ou com secreção por mais de 4 semanas; cansaço; febre baixa, geralmente à tarde; suor noturno; perda de apetite e sangramento.

Em 2020, o DIÁRIO DO RIO, através de textos do jornalista Felipe Lucena, publicou uma série de matéria sobre os problemas da área de saúde no Rio de Janeiro. A tuberculose foi um dos temas das reportagens. A cidade era chamada de “capital da tuberculose“.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui