Claudia Chaves: Circuncisão em Nova York

Colunista do DIÁRIO DO RIO fala sobre Circuncisão em Nova York, uma comédia com texto do autor, diretor e dramaturgo, João Bethencourt

Circuncisão em Nova York com texto do grande autor, diretor e dramaturgo, João Bethencourt, é uma  excelente comédia, que se torna atualíssima,  pois contribui para a promoção da difusão e memória da dramaturgia brasileira, da cultura judaica e valorização o tema  LGBTQIA+. Com  direção de  Guilherme DelRio, o elenco é composto pelos  atores Jalusa Barcellos, Narjara Turetta,  Sergio Fonta, Rogério Freitas, Araci Breckenfeld,  Danton Lisboa e Carlos Loffler.

A comédia usa  como estrutura dramatúrgica o quipropquó. Do latim quid pro quo, que significa “uma coisa pela outra”,  e que num sentido lato, utiliza-se quiproquó para designar um equívoco ou uma confusão de palavra. Essa forma de narrativa desperta gargalhadas contínuas na plateia, que sabe exatamente o que se passa.

A peça conta a história de uma família tradicional judaica, cujo patriarca está  preocupado porque considera que chegou o momento de a filha lhes dar o neto. Desconhecem o  fatos importante: a  filha com sua companheira, também de  família tradicional judaica,  resolvem ter um filho via inseminação artificial, sendo que o pai de uma delas, sem saber da homossexualidade da filha e nem do método usado para concepção do primogênito, vibra com a notícia que será avô até descobrir pela esposa, que seu neto Abraãozinho, nascerá via métodos nada normais.

Cada um dos atores consegue interpretar  o tipo acabado de personagens e temas, normalmente explícitos, da cultura judaica. O rico comerciante, o rabino, o amigo, a mãe preocupada, o desejo da descendência, a filha única, princesinha do pai. É desse jogo entre desejo e realidade,  previsão que é quebrada, o que torna a comédia , um momento de diversão, mas também uma ótima oportunidade de ser ver como o amor é o que vale.

  • Serviço:
  • Teatro Brigitte Blair
  • Quinta às 20 h
Jornalista, publicitária, professora universitária de Comunicação, Doutora em Literatura, Bacharel em Direito, gestora cultural e de marcas. Mãe do João e do Chico, avó da Rosa e do Nuno. Com os olhos e os ouvidos sempre ligados no mundo e um nariz arrebitado que não abaixa por nada.
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui