Cláudia Chaves – Duetos: O coração só tem amor

Colunista do DIÁRIO DO RIO fala sobre o espetáculo "Duetos", em cartaz no Teatro das Artes

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
(Foto: Felippe Costa)

Um dueto ou duo é uma composição musical, ou trecho de uma composição, executada por dois músicos ou cantores. Em música clássica, é mais frequente em relação a uma composição para dois cantores ou pianistas. Uma peça feita para dois pianistas tocarem juntos o mesmo piano é referida como “piano a quatro mãos”. Também existem os grandes álbuns com um  superartistalíder cantando com  outros igualmente fabulosos. Assim é a peça Duetos, com Patricya Travassos e Marcelo Faria, com  produção de risadas a quatro mãos.

Anunciada como uma comédia em 4 atos, Duetos, do premiado Peter Quilt  é um exame gloriosamente engraçado do caos dos amores, do  papel da mulher, do homem, dos amigos, trabalho, família, dos relacionamentos  e como isso  funciona em duos, um tributo de metáforas bem acabadas aos afetos da humanidade

Jonathan e Wanda estão em um encontro às cegas e esperam acertar desta vez, embora nunca tenham acertado antes; Ari não está realmente interessado em mulheres, mas Jane, sua secretária, não vê isso como motivo para parar de tentar; Shirley e Beto  decidiram passar férias na Espanha para finalizar seu divórcio enquanto bebem sem parar; Angela está se casando pela terceira vez para desgosto do irmão Tobias, se desesoera  e em meio a uma enxurrada de maus presságios e um vestido parecido com um paraquedas.

Advertisement

A direção de Ernesto Piccolo ressalta a atuação de Patricya e Marcelo em uma estrutura dramatúrgica na qual, em cada episódio, um personagem funciona como escada do outro para ressaltar as características do sentimento dominante. O ritmo acompanha também a trama e permite que as risadas da plateia aconteçam de forma espontânea. Destaque para Patrycia como a bêbada Angela. Uma perfeição de mulher madura no crucial momento de despedida.

Duetos é um trajeto bem sucedido de momentos cruciais da vida das pessoas. Todos eles são abertura de uma nova etapa. Aquela que  a mão sua e o coração bate desordenado.Um primeiro encontro, separação, os minutos  anteriores à cerimonia de casamento,  o dia de aniversário.  E na palavra do outro, na recepção, nos movimentos pendulares de qualquer encontro pode estar receita de que a vida é para  frente e para o alto. E coração aos pulos, acelerado é o que nos faz sobreviver.

Serviço:
Teatro das Artes
Sextas e sábados às 21h
Domingos às 20h

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Cláudia Chaves - Duetos: O coração só tem amor
Jornalista, publicitária, professora universitária de Comunicação, Doutora em Literatura, Bacharel em Direito, gestora cultural e de marcas. Mãe do João e do Chico, avó da Rosa e do Nuno. Com os olhos e os ouvidos sempre ligados no mundo e um nariz arrebitado que não abaixa por nada.
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui