Cláudio Castro anuncia novo secretariado para a sua 2ª gestão

A equipe conta com novos integrantes e com secretários que continuarão a atuar com o governador, que anunciou ainda a criação de outras pastas

Cláudio Castro - Foto: Governo do Rio de Janeiro/Divulgação

O governador do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), anunciou, nesta sexta-feira (30), o secretariado que atuará na sua nova gestão, que terá início no domingo, dia 1º. A equipe conta com novos integrantes e com secretários que continuarão a atuar com o governador, que anunciou ainda a criação de outras pastas. Entre elas: a da Mulher, de Habitação e Intergeracional de Juventude e Envelhecimento Saudável.

O vice-governador Thiago Pampolha acumulará duas funções ao assumir a Secretaria do Ambiente e Sustentabilidade. Para dirigir a nova pasta da Secretaria da Mulher, o governador nomeou Heloisa Aguiar, presidente do RioSolidario. Alexandre Isquierdo estará à frente da secretaria de Juventude e Envelhecimento Saudável. Para a Habitação, o nome escolhido foi o de Bruno Dauaire.

“Todos esses nomes formarão um só time, para fazermos uma excelente gestão, garantindo o desenvolvimento do Estado e ainda mais conquistas para a população fluminense. Nossa meta é assegurar dignidade aos cidadãos. Desejo sucesso aos secretários que, a partir de agora, assumem essa missão, e agradeço a todos que estiveram conosco até aqui”, declarou Castro.

O ex-candidato a vice de Cláudio Castro e ex-prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis, atuará à frente da Secretaria de Transportes e Mobilidade. Luiz Antonio de Souza Teixeira Júnior, o Dr. Luizinho, assumirá a Secretaria Estado de Saúde.

Para a Secretaria de Estado de Educação, o governador nomeou Patrícia Reis. Já para a Secretaria de Trabalho e Renda, a titularidade ficará com Kelly Mattos. Rafael Picciani assumirá a pasta de Esporte e Lazer. Jair Bittencourt será o secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento.

A Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia será coordenada por Dr. Serginho. A pasta de Turismo ficará sob o comando de Gustavo Tutuca. Rosangela Gomes assumirá a Secretaria de Estado de Assistência Social.

André Moura vai chefiar a Secretaria Extraordinária de Representação do Governo em Brasília. A Controladoria-Geral do Estado (CGE) terá como controlador-geral Demétrio Farah. O Rioprevidência passará a ter como presidente Eduardo Merlin.

Uruan Cintra, que ocupava o cargo de secretário das Cidades, ficará à frente da Secretaria de Infraestrutura e Cidades, resultado da fusão entre as secretarias das Cidades e de Infraestrutura e Obras.

A pasta do Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais será desmembrada em duas: Indústria e Comércio, que será comandada por Vinicius Farah; e Óleo, Gás, Energia e Indústria Naval, que será conduzida por Hugo Leal.

Secretários que continuam no governo

Casa Civil – Nicola Miccione;

Governo – Rodrigo Bacellar;

Gabinete do Governador – Rodrigo Abel;

Fazenda – Leonardo Lobo;

Planejamento e Gestão – Nelson Rocha;

Polícia Civil – Fernando Albuquerque;

Polícia Militar – Coronel PM Luiz Henrique Marinho Pires

Defesa Civil e Corpo de Bombeiros – Coronel BM Leandro Sampaio Monteiro;

Administração Penitenciária – Maria Rosa Lo Duca Nebel;

Cultura e Economia Criativa – Danielle Barros;

Subsecretaria de Comunicação – Igor Marques;

Procuradoria-Geral do Estado – Bruno Dubeux;

Gabinete de Segurança Institucional – Edu Guimarães;

Transformação Digital – Mauro Farias.

As informações são do jornal O Dia.

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. estamos ferrados, so político corrupto e incompetente nas pastas. Washington Reis entende o que de transporte? Vai roubar muito e enquanto isso o povo da baixada continua sofrendo nas mãos da supervia. Quando o fluminense vai acordar para vida? Tem que protestar mas não adianta sair depredando tudo porque isso não resolve.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui